Cuiabá,

segunda-feira, 15

de 

abril

 de 

2024
.

Arruda promete repasse aos clubes que disputaram estadual

O secretário Estadual de Esportes e Lazer (Seel), radialista Laércio de Arruda, promete dar um ponto final na “novela” que se tornou o repasse de R$ 1,5 milhão aos 15 clubes que disputaram o Campeonato Mato-grossense da Primeira Divisão deste ano. Ele afirmou que ainda esta semana se reunirá com os dirigentes de clubes para “bater o martelo”. Isto é, dar um parecer final se a verba será repassada ou não aos times.


O encontro está entre esta quarta-feira ou quinta no auditório da Seel, localizada no ginásio Aecim Tocantins.


“Até quinta-feira, o mais tardar, vou passar a régua sobre esse assunto. Ou para dizer sim ou não. Só estou aguardando um parecer jurídico da Procuradoria Geral do Estado (PGE) para esclarecer o assunto aos presidentes dos clubes”, disse Arruda, ressaltando o grande desgaste que vem sofrendo com a polêmica do dinheiro, aprovado como projeto de lei pela Assembléia Legislativa e sancionado pelo então governador Blairo Maggi. “Não quero mais prolongar este impasse”, complementou.


Laércio de Arruda, substituto do ex-secretário Baiano Filho, afirmou que juntamente com a reunião para tratar da liberação ou não da verba aos clubes, a Copa Mato Grosso entrará na pauta. Segundo o secretário, se o dinheiro for liberado, o torneio automaticamente será realizado ainda este ano. Mas caso contrário, com o veto da verba, a competição deixará de ser organizada e até mesmo pode ser extinta, já que a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) decidiu não ter mais a Copinha como torneio seletivo para o Campeonato Brasileiro da Série D.


“No encontro, a Copa Mato Grosso também será tratada. Se for pela realização, iremos discutir critérios e reforçar o objetivo principal do torneio, que é revelar jovens jogadores para o futebol profissional de Mato Grosso. Agora, se o dinheiro for bloqueado, a Copa Mato Grosso não será realizada, infelizmente”, enfatizou.


O secretário de Esportes e Lazer afirmou que dinheiro não é problema para realizar a Copa Mato Grosso, que até ano passado indicava o campeão para representar Mato Grosso nas Séries C ou D. Por exemplo, para o ano que vem, a FMF já fez a indicação do União, campeão mato-grossense deste ano, como o representante do Estado para disputar o torneio que equivale à Quarta Divisão do futebol nacional.


A antecipação, que ocorreu com orientação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), deixou a maioria dos clubes desapontados com o “charme” da Copa Mato Grosso, feita como torneio seletivo para competições nacionais.

Notícias Relacionadas

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here