Cuiabá,

segunda-feira, 15

de 

abril

 de 

2024
.

Cabañas leva tiro na cabeça; estado de saúde é delicado

O atacante da seleção paraguaia Salvador Cabañas, que defende o América de México, foi internado após ter levado um tiro na cabeça durante uma aparente tentativa de assalto no sul da Cidade do México. Duas pessoas acusadas de terem feito o disparo foram detidas e, de acordo com o procurador de Justiça da capital Miguel Angel Mancera à Televisa, “serão interrogadas em breve”.

“O disparo foi na cabeça. A primeira informação é de uma lesão de entrada frontal, sem saída”, confirmou Mancera. “Ainda não sabemos o motivo do crime. O projétil ficou alojado na cabeça. Ele não perdeu a consciência, mas estava com um problema cardíaco que os médicos tentam resolver”, complementou.

Ainda segundo Mancera, o jogador da seleção paraguaia foi atacado na madrugada quando saía de um bar na região sul da cidade, em companhia da mulher e de amigos. “É delicado (o estado de saúde) pelo tipo de lesão. Ele está em terapia intensiva”, complementou o procurador.

No entanto, o presidente do América, Michel Bauer, tentou tranquilizar a torcida. “Ele chegou consciente ao hospital, respondeu bem à s perguntas que fizeram”, disse o dirigente. “É um marco de referência que pode ser alentador, mas até estar com os médicos não podemos especular absolutamente nada”, completou.

Cabañas tem 29 anos e começou sua carreira no Paraguai antes de jogar no Chile, onde foi o artilheiro do campeonato de 2003 com o Audax Italiano. Depois foi para o México, onde, a partir de 2006, brilhou com a camisa do América. Suas atuações pelo clube mexicano e pela seleção de seu país valeram ao artilheiro paraguaio o título de melhor jogador sul-americano de 2007.

A última partida do atacante aconteceu no sábado, quando o América foi derrotado por 2 a 0 pelo Morelia, pela segunda rodada do Torneio Bicentenário, novo nome dado ao Clausura do Campeonato Mexicano.


Carrasco dos brasileiros

Salvador Cabañas tornou-se conhecido da torcida brasileira após marcar gols decisivos para as eliminações de Flamengo e Santos nas oitavas e quartas de final da Copa Libertadores de 2008, respectivamente. Naquele ano, aliás, marcou oito gols e foi coroado artilheiro do torneio continental, título que havia conquistado no ano anterior.

Foto de Cabañas baleado rola na internet

Além disso, também marcou contra a Seleção Brasileira, ajudando o Paraguai a vencer por 2 a 0 em Assunção, na partida de ida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010. Na volta, em Recife, também deixou a sua marca, mas não conseguiu evitar a derrota por 2 a 1. Ao todo, marcou seis gols em 15 partidas e tornou-se o artilheiro do país na competição, praticamente garantindo uma vaga entre os convocados para a Copa 2010.

Com informações de Gazeta Press e agências internacionais.

Notícias Relacionadas

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here