Cuiabá,

domingo, 14

de 

abril

 de 

2024
.

Com reforços em campo, Flamengo sai da seca e vence o Ceará

Petkovic fez, de pênalti, o gol da vitória rubro-negra no Maracanã; Ceará completa sétimo jogo sem vencer


No jogo que marcou a estreia de Leandro Amaral e Renato pelo Flamengo, o time do técnico Rogério Lourenço voltou a vencer, após quatro partidas, e encostou novamente no G4. Graças ao gol de pênalti de Petkovic, o Rubro-Negro venceu o Ceará por 1 a 0, neste sábado no Maracanã, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.


Quando o jogo começou, quem esperava um Flamengo envolvente e tomando conta da partida se assustou. O Ceará dominou o meio de campo desde o apito inicial e, utilizando a velocidade de Oziel pela direita, levava perigo ao gol de Marcelo Lomba. Logo aos 14 minutos, Michel cobrou uma falta forte do meio da rua e obrigou o goleiro rubro-negro a fazer uma bela defesa.


Para tentar fugir do bloqueio do Ceará, Rogério Lourenço contava com a estreia de Renato e Leandro Amaral, mas com os dois completamente sem ritmo de jogo, o Flamengo só conseguia chegar perto do gol adversário quando Willians arrancava com a bola dominada, ou em uma jogada individual de Petkovic. A situação do Rubro-Negro no primeiro tempo era tão complicada que o goleiro Diego passou quase toda a primeira etapa se aquecendo, já que o ineficiente ataque da Gávea não fazia a bola chegar em suas mãos.


Quando tudo levava a crer que os jogadores iriam para o vestiário com o placar marcando um sonolento 0 a 0, Willians, aos 42 minutos, arrancou em velocidade pela direita, pedalou na frente do zagueiro e foi derrubado por Anderson dentro da área. O árbitro Wagner Reway marcou pênalti, bem cobrado por Petkovic, que bateu no lado contrário de Diego, marcando o primeiro gol do jogo.


A segunda etapa começou muito truncada. Os dois times não conseguiam chegar na área adversária, e os torcedores eram obrigados a assistir uma sucessão de passes errados. O primeiro lance perigoso da etapa final aconteceu aos 19 minutos. Em uma falta distante da área, Renato tomou distância, calibrou o canhão e soltou uma verdadeira bomba, que só não entrou porque Diego estava atento e fez uma boa defesa.


Por estar vencendo, o Flamengo recuou e começou a cozinhar a partida, tentando garantir os três pontos. Aos 23 minutos, Leandro Amaral foi substituído por Vinícius Pacheco e foi muito aplaudido pela torcida que em coro gritava: “Eô, eô, Amaral é o terror!”.


Com pouca criatividade no meio de campo de ambas as equipes, o jogo foi se arrastando até o fim e após o apito final do árbitro, a torcida do Flamengo pôde, enfim, soltar o grito de vitória que há tempos estava engasgado na garganta.


Na próxima rodada, o Flamengo vai até a Arena da Baixada enfrentar o Atlético Paranaense. Já o Ceará, recebe o Grêmio no Castelão.



FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1 X 0 CEARÁ


Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 14/8/2010 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro:Wagner Reway (MT)
Auxiliares : Emerson Augusto de Carvalo (SP-Fifa) e Carlos Berkenbrock (SC-Fifa)
Cartões amarelos: Petkovic, Correa, Renato e Willians (FLA); Michel e Anderson (CEA)
Cartões vermelhos:
Renda e público: R$ 559.875,00 / 20.650 pagantes
GOLS: Petkovic 44’/1°T (1-0)


FLAMENGO:Marcelo Lomba, Leonardo Moura, Wellinton, Ronaldo Angelim e Michael (David 45’/2ºT); Correa, Willians, Petkovic e Renato; Leandro Amaral (Vinícius Pacheco 23’/2ºT) e Val Baiano (Rafael Galhardo 48’/2ºT) – Técnico: Rogério Lourenço.


CEARÁ: Diego, Oziel (Diogo 38’/2ºT), Anderson, Fabrício e Ernandes; Michel, João Marcos (Geraldo 22’/2ºT), Heleno e Camilo; Washington e Tony (Wellington Amorim 29’/2ºT) – Técnico: Sérgio Araújo.

Notícias Relacionadas

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here