Foto:Wander Roberto/Exemplus/COB


Após meses de dedicação nos treinamentos, cerca de 150 atletas que viviam a expectativa de representar Mato Grosso no Campeonato Brasileiro Estudantil tiveram uma surpresa nada agradável nesta terça-feira (18 de setembro). De malas prontas rumo ao aeroporto de Várzea Grande, os esportistas foram surpreendidos no momento do embarque, com a informação de que o Governo do Estado não custearia mais os gastos com passagens aéreas para Manaus, onde será realizado o evento.


Dessa forma, as equipes femininas de handebol e futsal (categorias de 15 a 17 anos) e dois times de basquete (12 a 17 anos) deram adeus ao sonho de conquistar o título nacional do torneio que tem início hoje (19) e vai até o dia 23 de setembro. 

Os atletas estão alojados provisoriamente nos corredores do Ginásio Aecim Tocantins, na capital, separados por pedaços de TNT e com colchonetes improvisados. A maneira inadequada de receber os jogadores revoltou a mãe de uma das adolescentes envolvidas. 

“Minha filha não é nenhuma delinquente para ser tratada dessa forma. É uma vergonha o que estão fazendo com os atletas que viajaram mais de doze horas em busca de um sonho, para dormirem em corredores. Esse episódio mostra o nível e a capacidade dos nossos políticos e governantes, que buscam se engrandecer em cima das crianças que praticam o esporte com satisfação”, desabafa.

De acordo com a Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer de Mato Grosso (Seduc-MT), as despesas estimadas para o evento excederam o valor planejado pelo Governo e que há outras demandas mais importantes na área. 

Confira a nota na íntegra:

Sobre os Jogos Escolares da Juventude, a Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) informa que:

1 – Apesar dos esforços do Governo, não foi possível custear a viagem dos atletas do Estado que foram classificados para a etapa nacional dos Jogos Escolares, que será realizada em Manaus (AM). O valor extrapolou a capacidade financeira previsto para o evento, já o que o custo estimado foi de R$ 711.200,00 apenas em passagens aéreas; 

2 – Diante de despesas essenciais na área da Educação, se tornou necessário priorizar outras demandas;

3 – A Seduc lamenta o ocorrido, tendo em vista que não mediu esforços para a realização das etapas municipais e estadual e que tem por objetivo fomentar a prática esportiva e incentivar a melhoria da qualidade de vida da população, além de valorizar o potencial dos estudantes e atletas do Estado;

4 – Ressalta ainda que o Estado investiu R$ 1, 1 milhão para a realização dos Jogos Escolares da Juventude 2018, nos meses de agosto e setembro, nas etapas estaduais, o que demonstra o compromisso da gestão com a prática do esporte entre as crianças e jovens mato-grossenses;

5 – Para a realização das etapas estaduais sete municípios sediaram as competições, que reuniu cerca de 3 mil atletas, entre 12 e 17 anos, disputando 14 modalidades, e um público estimado entre 30 mil espectadores;

6 – Por fim, destaca que o Governo continua empenhado e trabalhando para que nas próximas edições das etapas nacionais os atletas mato-grossenses possam participar.  

 

Por: Redação