Foto:Gustavo Duarte


O Estádio Eurico Gaspar Dutra, Dutrinha, será palco para a abertura da segunda edição do Campeonato Bola Cheia, na terça-feira (16). O evento, realizado pela Prefeitura de Cuiabá, em parceria com a Federação Mato-grossense de Futebol (FEF-MT), contempla jovens de bairros periféricos e este ano inclui times femininos em sua programação.

Segundo o titular da Secretaria de Cultura, esporte e Turismo, Francisco Vuolo, a novidade representa uma oportunidade para que as meninas participem de um campeonato oficial. “Em razão do sucesso do ano passado nós conseguimos reeditar o projeto, com uma proposta que vem ao encontro do que prega o prefeito, Emanuel Pinheiro, que é oportunizar”, diz.

No total foram inscritas 10 equipes masculinas e seis femininas. Para o primeiro caso, o limite de idade é de 16 anos, enquanto para o segundo, de 18 anos, com exceção de, no máximo, três jogadoras com até 23 anos por time. As disputas se estendem até o final de novembro, quando os campeões serão conhecidos.

Na premiação estão inclusos uniformes e materiais para os treinos, além de troféus e medalhas. “É uma maneira de incentivar a prática pelos bairros da Capital. Por isso procuramos parcerias com departamentos que já atuam de forma organizada com o futebol em suas regiões”, explica Vuolo.

O primeiro jogo acontece às 19h e deverá ser assistido por representantes de importantes times de Cuiabá, convidados pela Prefeitura. “A habilidade dos jogadores pode despertar o interesse nos profissionais e também queremos explorar essa possibilidade. O foco principal, contudo, é a formação do cidadão, primando pela disciplina, pelo respeito aos adversários. É daí que surgem os grandes craques.”

De acordo como secretário adjunto de Esportes, Edilson Odilon, os jogos serão realizados nos miniestádios espalhados por Cuiabá e contarão também com apoio logístico da Prefeitura, que garantirá o acesso de todas as equipes. Além disso, a equipe de arbitragem oficial será cedida pela FEF-MT.

Por: Redação com Ascom