Foto: Olhar Esportivo


O jogo foi difícil, mas a seleção brasileira masculina de vôlei contou com o apoio de seis mil torcedores e, neste sábado (22.06), conseguiu a vitória sobre a Alemanha no tie break em partida foi válida pela quarta semana da Liga das Nações. A equipe do técnico Renan venceu por 3 sets a 2, com parciais de 20/25, 25/18, 21/25, 25/17 e 15/13 no ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá (MT).

Na primeira semana, em Katowice, na Polônia, a seleção brasileira venceu Estados Unidos, Austrália e Polônia, na segunda, em Tóquio, no Japão, bateu Irã, Japão e Argentina, e em Portugal, sofreu seu primeiro resultado negativo, para a Sérvia, e venceu a China e Portugal. Na sexta-feira (21.06), o Brasil fez a primeira partida em casa nesta competição e bateu a Bulgária por 3 sets a 1.

Nesta noite, dois jogadores se destacaram na pontuação. O oposto Alan saiu do banco de reservas no segundo set para ser o maior pontuador da seleção brasileira. O jogador marcou 17 vezes, sendo 15 de ataque e dois de saque. O ponteiro Leal foi o segundo a mais pontuar, com 16 acertos (13 de ataque, dois de bloqueio e um de saque).

Assim como Alan, o levantador Fernando Cachopa também atuou depois de começar o jogo e contribuiu para o resultado positivo. “Quem saiu do banco conseguiu mudar a cara do jogo e isso é extremamente importante. Eu e o Cachopa não somos tão conhecidos internacionalmente, conseguimos jogar mais soltos e isso dificulta um pouco para o adversário, que nos conhece pouco”, explicou Alan.

O oposto ainda falou sobre a responsabilidade de entrar e ajudar a seleção brasileira. “Todos nós estamos acostumados a sofrer pressão. Nossa Superliga é bastante forte e isso nos ensina muito e nos deixa preparados para uma situação como essa. Nestes momentos, vamos com tudo. Quem está no banco não é menos importante dos que começam como titulares. Todos nós temos um conjunto forte”, afirmou Alan.

Fernando Cachopa fez questão de destacar a importância do grupo em mais um momento da seleção brasileira. “Qualquer jogador que está no banco entre os suplentes pode entrar e fazer a diferença. Nosso grupo é muito forte e o conjunto é que nos faz muito forte”, disse o levantador do Brasil.

Neste domingo (23.06), a equipe verde e amarela terá o time da Rússia como adversário no último jogo da etapa de Cuiabá. A partida será realizada às 21h, com transmissão do SporTV 2. Os ingressos para os dois jogos ainda estão à venda em www.tudus.com.br e na bilheteria do ginásio Aecim Tocantins.

Estão com a seleção brasileira, nesta etapa, os levantadores Bruninho e Fernando Cachopa; os opostos Wallace, Alan e Rafael Araújo; os centrais Lucão, Maurício Souza, Isac e Flávio; os ponteiros Lucarelli, Leal, Douglas, Lucas Lóh e Maurício Borges, e os líberos Thales e Maique.

EQUIPE

BRASIL – Bruninho, Wallace, Maurício Souza, Isac, Leal e Douglas. Líberos – Thales e Maique

Entraram – Alan, Fernando, Maurício Borges, Lucarelli, Lucão, Flávio

Técnico: Renan

 

Por: Da Redação com CBV


(Créditos: William Lucas/Inovafoto/CBV)

(Créditos: William Lucas/Inovafoto/CBV)