Foto: Alexandre Loureiro - COB


Com o avanço da pandemia causada pela Covid19, a etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude contará apenas com esportes das modalidades individuais, caso ocorra. A definição feita pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) levará em conta ainda a evolução das curvas de contágio da doença no país e o possível fim do isolamento.

Organizadora das disputas estaduais em Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) aguarda a confirmação da realização da fase nacional, que será realizada pelo COB até o final de junho.

“Vamos esperar os acontecimentos para tomar as decisões por aqui. Caso o pior já tenha passado e o COB decida realizar a etapa nacional com modalidades individuais, organizaremos também a fase classificatória desses esportes em Mato Grosso”, declara o secretário da Secel, Allan Kardec. 

A definição prévia do COB deixa de fora da competição nacional as modalidades coletivas de futsal, voleibol, basquete e handebol e as novas modalidades que estavam previstas para integrar o programa, taekwondo e ginástica artística. Em março, a instituição já havia anunciado o cancelamento das etapas em que os estados, divididos em três regiões brasileiras, disputariam as vagas para a fase final brasileira dos esportes coletivos. 

“Todos os estados do Brasil estão concentrando seus esforços no combate ao novo coronavírus, prioridade de todos nós neste momento. Algumas secretarias estaduais, responsáveis pela realização dos processos seletivos, já estão sofrendo reduções orçamentárias que impactam diretamente seus projetos esportivos. Acreditamos que a diminuição do escopo para a fase nacional de 2020 é uma forma de nos adaptarmos ao cenário atual”, diz Kenji Saito, gerente executivo de Desenvolvimento Esportivo do COB.

Para o titular da Secel, as adaptações no formato da maior competição estudantil do país devido à pandemia, as alterações no orçamento e o necessário cuidado com a saúde de todos afetam diretamente o planejamento de ações. Mas, apesar do cenário de incertezas, a pasta aspira promover ainda este ano ao menos duas competições esportivas no Estado. 

“Temos a intenção de retomar os Jogos Estudantis de seleções municipais, com um estadual, e dar sequência aos Jogos Abertos que foram realizados no ano passado, isso nos últimos três meses do ano. Torcemos pela desaceleração do avanço do novo coronavírus e que possamos passar logo por essa crise para voltarmos a promover o desenvolvimento do esporte mato-grossense”, conclui Allan Kardec.

Por: Da Redação com Secel - MT