Foto: Divulgação


Representantes da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) e Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) se reuniram nesta semana para consolidar pautas e ações de parceria pós-pandemia da Covid-19. Entre os assuntos tratados estão as demandas da sociedade, observatório do esporte e do lazer e projetos de extensão.

"É importante essa articulação e diálogo com o Governo do Estado, com a bancada federal e demais entes públicos. Nenhum projeto de universidade pública, gratuita e socialmente responsável é possível sem ela estar aberta em consonância com a agenda e demandas da sociedade, ainda mais neste contexto de pandemia", apontou o reitor da UFMT, professor Evandro Soares da Silva. 

Egresso da UFMT, tendo defendido recentemente sua tese de doutorado no Programa de Pós-graduação em Estudos de Cultura Contemporânea (PPG-ECCO), o titular da Secel, Allan Kardec, reforçou o compromisso em manter a parceria, solidarizando-se com as demandas para o fortalecimento e suporte da instituição.  “Vamos sempre colaborar para que a Universidade siga sendo um patrimônio da sociedade mato-grossense e um espaço de excelência na produção de conhecimento e atendimento das demandas sociais”.

Participante da reunião, o pró-reitor de Cultura, Extensão e Vivência, professor Renilson Rosa Ribeiro, comentou sobre busca de recursos para a execução de projetos na área do esporte e lazer na UFMT e possibilidades de parcerias com entes privados e entidades em ações da Universidade neste momento da pandemia. 

"Eles se unirão em um observatório do esporte e do lazer no Estado, que será gerido pela UFMT e contará com o apoio da Secel. Também foram pensadas ações para o atendimento de demandas extensionistas, em especial para o atendimento de projetos em execução cujo foco é a participação de estudantes e professores na modalidade remota e em atividades que possam atender a comunidade na área de vivência", explicou o pró-reitor.

Clique aqui e Saiba mais sobre as ações na Cultura que irão ocorrer entre a parceria UFMT e Secel. 

Por: Da Redação