Foto: Divulgação CPB


As pessoas com deficiência acabam de ganhar uma ferramenta para manter uma rotina equilibrada com exercícios físicos durante o período de isolamento social.  O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) disponibilizou a primeira plataforma de atividade física para pessoas com deficiência, o Movimente-se. As aulas são gratuitas e todo o conteúdo é ministrado por técnicos do CPB e atletas paralímpicos.

Para a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT), a iniciativa da CPB precisa ser propagada porque é uma relevante forma de propiciar a inclusão de pessoas com deficiência.

“Queremos que essa ação da CPB chegue a todos os cantos de Mato Grosso, pois vai ajudar muita gente. Do seu próprio lar, o deficiente físico ou visual vai ter acesso a um programa de atividades desenvolvido pela instituição que é referência internacional no desenvolvimento do esporte paralímpico”, comenta o coordenador de Esportes de Inclusão da Secel, Luiz Benedito Pinto Filho, mais conhecido como Tamba.

O programa Movimente-se está sendo oferecido no canal do Comitê Paralímpico Brasileiro no YouTube e também em um hot site específico para esta ação: www.movimentoparalimpico.com.br.  As primeiras aulas já estão disponíveis para os praticantes.

Com exercícios simples e com linguagem de fácil entendimento, o programa é direcionado a cadeirantes, paralisados cerebrais, amputados e deficientes visuais que nunca praticaram atividade física ou que não possuem orientação profissional. Todos os conteúdos ministrados trazem demonstrações de como realizar os movimentos, com prática de aquecimento, exercício principal e volta à calma (relaxamento).  

Em sua primeira etapa, que teve início em junho, o programa está dividido por módulos com seis aulas cada um.  Semanalmente é publicada uma aula contemplando cinco vídeos diferenciados por tipos de deficiência. As aulas para deficientes visuais contam com dois vídeos, um legendado para baixa visão e outro com o serviço de audiodescrição, ambos com o mesmo conteúdo de exercícios.

Dentre os atletas convidados para demonstrar os movimentos dos exercícios estão a medalhista mundial e paralímpica, Verônica Hipólito, o recordista mundial nos 100m da classe T63 (para amputados de perna), Vinícius Rodrigues, o campeão mundial e parapan-americano de natação, Roberto Ancalde, e o velocista campeão mundial, paralímpico e parapan-americano, Felipe Gomes. 

Por: Da Redação com Cida Rodrigues/Secel - MT