Foto: Reprodução Instagram


O Governo do Estado alterou o Decreto nº 522/2020 e as academias, além de salões de beleza e barbearias voltam a ser considerados como serviços essenciais, seguindo o estabelecido pelo Governo Federal, nos decretos 10.282 e 10.344, ambos de 2020.

A alteração já foi assinada pelo governador Mauro Mendes e será publicada na próxima edição do Diário Oficial do Estado.

“Nós decidimos fazer uma alteração no decreto, incluindo as academias, salões de beleza e barbearias nesses segmentos de atividades essenciais, conforme o decreto do Governo Federal. Assim, eles poderão atender, desde que respeitadas todas as normas de precaução, higiene e distanciamento. Lamentavelmente, a Covid-19 está perdurando e temos que nos adaptar a esta realidade, tomando todas as medidas necessárias. Essa medida foi tomada com o aval da Secretaria de Estado de Saúde e a pedido do nosso secretário interino de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, e pela indicação dos nossos deputados da base”, afirmou o governador.

O segmento de Academias de musculação, atividades físicas, artes marciais, personal trainer e empreendedores do esporte e lazer, foi bastante atingido pela pandemia do coronavírus.

Com o decreto, a decisão de abertura ou fechamento de academias, salões de beleza e barbearias passará a ser de responsabilidade das prefeituras municipais, assim como a adoção das medidas restritivas de combate à propagação da Covid-19.

Por: Da Redação