A 7ª e última etapa do Circuito Mato-grossense de Tênis será realizada de 25 a 29 de novembro, nas categorias adulto e infanto-juvenil, nos naipes masculino e feminino, no Cuiabá Tênis Clube, na capital. Nomeada de torneio série Master Gold Cup, a fase vai reunir os oito tenistas melhor ranqueados de cada classe. E, dentre eles, três dos destaques são Mário Meira, classificado em 1º lugar em duas classes, e André Moraes e Carlos Rinald líderes com larga vantagem de pontos.

Mário Meira conquistou a proeza de ser o cabeça do ranking estadual de tênis nas duas classes mais disputadas do Circuito MT de Tênis. Ele se classificou na primeira posição da 1ª Classe e também da 1ª Classe acima de 34 anos, as duas mais difíceis do torneio. E, segundo ele, o preparo físico será fator preponderante na estratégia que aplicará nas próximas partidas. Mas garante que o foco será levar o título de campeão estadual 2015 da 1ª Classe acima de 34 anos.

“Não sou atleta profissional. Sou empresário dos transportes e tenho 37 anos. Pratico esportes para manter a vida saudável. Faço 21 km de corrida, jogo squash e cultivo a prática do tênis toda semana. Vou jogar nas duas classes, mas a prioridade será o pódio da primeira acima. E para me ganhar terá que ser tecnicamente superior. Pois no preparo físico não vai ter chance. Não existe a possibilidade de jogar dois sets e cansar no terceiro. Não vou cansar”, desafia Mário Meira.

André Moraes lidera na 2ª Classe com 730 pontos. Logo atrás está Valdomiro Santana com 450, Richard Gama com 430 e Jean Paquer com 400. E quem vencer a etapa leva mais 310 pontos da vitória. A situação do líder é privilegiada, pois mesmo que Jean (4º lugar) vença, continua com menos pontos. E mesmo que Richard (3º lugar) vença, teria que torcer para André não marcar nenhum ponto. E até pra Valdomiro a chance é matematicamente ‘jogo duro’.

Carlos Rinald está numa situação parecida. Lidera a 3ª Classe com 780 pontos. Seguido por Joílson Borges e Mateus Sampaio empatados com 500. Mesmo que um desses dois faturassem a medalha de ouro, bastaria que Rinald chegasse nas quartas de finais para conquistar 125 pontos e levar folgado o título de campeão estadual. Já na 1ª Classe feminina, a disputa está entre Maria do Carmo Salles (680) e Maralice Lopes (580). E Mara venceu os últimos embates.

Requisito da vaga

De acordo com o presidente da Federação Mato-grossense de Tênis (FMTT), Rivaldo Barbosa, nas seis etapas anteriores, a participação de tenistas era livre. Qualquer atleta da modalidade poderia competir nos torneios, sendo federado ou não. Mas nessa última fase somente vão poder disputar aqueles filiados à federação. O que significa que os classificados que não foram federados vão precisar fazê-lo. Ou perdem a vaga para o próximo melhor do ranking.

Os atletas têm até dia 16 deste mês para efetivar inscrições. O ranking estadual está disponível para consulta no site da FMTT (www.tenismatogrosso.com.br). E mais informações podem ser obtidas por meio do telefone (65)8402-5446. O horário de atendimento é das 13h às 18h.

Foto: Assessoria FMTT

Por: Redação