Campeão Mato-Grossense de Futebol Americano, vencedor do 1º Desafio Centro-Oeste, primeiro lugar no Circuito Nacional de Flag e recordista em público no Campeonato Brasileiro, mais de 15 mil pessoas dentro da Arena Pantanal. O tricampeonato brasileiro pode não ter vindo, mas o presidente do Cuiabá Arsenal, Paulo César Ribeiro, não reclama. Em 09 anos de história, a equipe nunca teve tantas conquistas em uma temporada só. A meta é crescer ainda mais e, para isso, mudanças são necessárias.

Com a experiência adquirida neste ano, o presidente prevê uma gestão mais madura e eficiente para 2016. Para isso, foram criadas as coordenadorias de Logística e Administração, além dos cargos de diretor-executivo e diretor de Assuntos Institucionais. A função do diretor esportivo será assumida pelo próprio presidente que pretende estar mais presente junto à comissão técnica.

Para Paulo César Ribeiro, a expectativa para o próximo ano é grande, principalmente com o aumento da procura de jovens pelo try out, marcado para 30 de janeiro. “A ideia é antecipar o calendário e focar na preparação. Esperamos continuar a renovação dos atletas”. Além disso, alguns veteranos que saíram do time em 2011 e 2012 deverão retornar em posições estratégicas a fim de dar mais experiência aos novos jogadores.

“Será um grande ano. As metas são claras, o tricampeonato nacional, o bicampeonato estadual e a solidificação de mais três escolinhas da modalidade Flag em Cuiabá, além de manter o maior publico de futebol americano do Brasil”, afirma. O time também quer retribuir o apoio dos mato-grossenses em toda a história da equipe, por meio de ações sociais, doação de sangue e alimentos.

Em relação às mudanças no time, Ribeiro disse já ter realizado uma análise severa e criteriosa junto à comissão técnica e verificou a necessidade de mudanças, principalmente no ataque. Fora isso, a ideia é apostar nos atletas ‘pratas da casa’. “Mostramos ter uma equipe forte e agora madura, vários jogadores do try out 2015 já jogaram em partidas decisivas e isso é a prova de uma boa preparação”.

 

Balanço                                     

Em seu primeiro ano à frente do time, Ribeiro se sentiu desafiado, principalmente pela expectativa do público e dos próprios jogadores que há 08 anos eram dirigidos pelo fundador da equipe, Orlando Ferreira Junior. “Assumir um time após uma gestão do Orlando, que teve um marco no esporte no Estado e no Brasil, não foi fácil, mas desafios nos ajudam a buscar a cada dia uma gestão melhor e foi isto que fizemos em 2015”.

Para o presidente, entre as maiores conquistas da equipe esteve a realização dos jogos no interior do Estado, em Nossa Senhora do Livramento, Jaciara e Chapada dos Guimaraes. “O Arsenal sempre teve em mente, desde a criação da equipe, a disseminação do esporte a fim de popularizar e também de oportunizar o acesso a todos que querem aprender. Poder levar o nosso time para locais do interior do Estado foi realizador para todos nós e não queremos que essa ação pare por aqui”.

Foto: Neto Costa/Olhar Esportivo

Por: Redação