Foto:Meneguini/Gcom-MT


 Um dos maiores campeonatos de futebol amador do Brasil, o Peladão Mato-grossense voltará a ser disputado em 2016, após uma interrupção de quatro anos. Pela primeira vez, o Governo do Estado vai apoiar o evento que contará com 200 times disputando uma vaga para a grande final, prevista para acontecer no dia 27 de agosto da Arena Pantanal. A primeira rodada acontece nesse fim de semana, com diversos jogos sendo disputados simultaneamente em 64 campos e miniestádios de futebol espalhados pelo Vale do Rio Cuiabá.

A volta do Peladão foi uma promessa de campanha do governador Pedro Taques, que esteve presente na solenidade de abertura do campeonato, realizada nesta segunda-feira (23.02) no ginásio Aecim Tocantins. Taques deu o pontapé inicial para a disputa e declarou que a intenção é ampliar o campeonato para outras regiões do estado em 2017, aumentar o número de times participantes e ultrapassar o torneio de Manaus, o maior de futebol amador realizado no Brasil, com 600 equipes.

O campeonato amador é de extrema importância para a sociedade e para o esporte, pois proporciona emprego, saúde e lazer a população, destacou o secretário adjunto de Esporte, Pedro Luiz Sinohara.

“Nossa meta é aumentar o número de equipes para que possamos levar a todos os mato-grossenses a possibilidade de participar dessa grande festa. Convido a sociedade a ir nos miniestádios e campos de bairros para prestigiar o evento com suas famílias. É uma oportunidade para que futuros talentos sejam descobertos devido ao grande número de olheiros de times grandes presentes”.

O Secretário de Educação, Esporte e Lazer, Perminio Pinto, elogiou Taques pela iniciativa de retomar o campeonato e lembrou que a realização do evento contou com o incentivo e articulação da Assembleia Legislativa. “Investir no esporte cria um efeito sinérgico, que envolve a criança, o jovem, as famílias e leva dignidade para pessoa. Nós queremos que o esporte volte a ser praticado em nossas escolas”. Perminio destacou ainda os preparativos finais da secretaria para a realização dos Jogos Estudantis.

Homenageado pelas autoridades presentes, o idealizador do torneio, Cláudio Kisqui, da rádio Amadorismo no Ar, estará mais uma vez a frente da organização do Peladão. Incentivando e realizando campeonatos amadores desde 1974, o radialista destaca que a grandeza do campeonato amador sustenta as ligas e departamentos que coordenam os times de bairros.

“A finalidade é mexer em todos os bairros da capital do estado e de Várzea Grande e dar sustentabilidade a esse futebol amador e essas ligas e departamentos que tanto precisam do apoio de nossas autoridades. Quando Pedro Taques era candidato eu pedi para ele reviver essa história, porque o Peladão é a salvação do futebol amador do estado, que se não tiver esse incentivo vai morrendo”.

 Solenidade de Abertura

Durante a cerimônia, que contou com a participação dos deputados estaduais Wilson Santos, Baiano Filho e Eduardo Botelho, o troféu foi apresentado aos atletas e organizadores dos 200 times participantes e foram distribuídos as bolas e uniformes aos árbitros. O time campeão vai levar como prêmio um carro zero quilômetro e o vice será contemplado com uma moto. Além dos times de Cuiabá e Várzea Grande, o campeonato amador contará também com 12 equipes do interior e representações indígenas e quilombolas.  

Por: Redação