Foto:Júnior Martins/FMTJJLA


 As equipes Gracie Barra, Impacteam, Coliseum Team, Nova União Sorriso e Zenith lideram o ranking estadual do Mato Grosso Grand Prix de Lutas, que teve a 2ª etapa realizada nesse fim de semana, no sábado (21), no Palácio das Artes Marciais Iusso Sinohara, em Cuiabá. Com destaques para os líderes individuais Alexsandro Soares, Guilherme Carvalho, Lucas Franca e Wellen Neves na categoria juvenil e Josiel de Oliveira e Guilherme Carvalho na adulta.

Para um dos lutadores de Luta Livre (faixa marrom) e Jiu-jitsu (faixa roxa) da Impacteam, Júlio Cesar de Campos (3º ranking), que ganhou medalha de prata nessa 2ª etapa, no estilo Grappling, o Grand Prix de Lutas serve para completar a preparação dos atletas de luta livre, daqueles que querem disputar campeonatos nacionais. Segundo ele, antes não existia campeonato estadual para a modalidade, o que causava prejuízo para os competidores profissionais.

“Nós da luta livre precisávamos de um campeonato local. Como não tínhamos esses eventos, nós apenas treinávamos nas academias. O que era uma deficiência de nossa preparação. Pois o ritmo de uma luta num treino está abaixo do nível de ritmo de uma luta de competição. É essencial termos estaduais para nos testar e aprimorar antes de partirmos para nacionais ou internacionais. Agora eu mesmo já estou de olho em um certame Brasileiro”, conta Júlio Cesar.

Outro competidor do GP de Lutas foi Kaike Angelim (faixa azul de Jiu-jitsu e 2ª do ranking), Membro da equipe Zenith, com ouro na 2ª etapa, na categoria iniciante peso médio. Segundo ele, fez três lutas no sábado, venceu a 1ª por finalização (chave de pé), a 2ª por pontos e a 3ª com outra chave de pé. “Consegui vencer a final contra um adversário muito duro da Luta Olímpica”. Agora o atleta segue na preparação para as próximas etapas e também campeonatos nacionais e internacionais.

De acordo com o presidente da Federação Mato-grossense de Jiu-jitsu e Lutas Associadas (FMTJJLA), entidade organizadora do Grand Prix, Francisco José Pessoa Fernandes, a competição vai permitir que lutadores das mais variadas artes marciais se enfrentem em diferentes tipos de luta. Segundo ele, as etapas do GP vão contemplar Jiu-jitsu, Grappling (semelhante a Luta Livre), Mixed Martial Arts (MMA) e também Luta Olímpica.

Por: Redação