Foto:Jonathas Gabetel/Olhar Esportivo


 A manhã deste domingo (12) proporcionou fortes emoções ao público que acompanhou a partida entre Unidos da 19 e Ousadia e Alegria, no miniestádio Dito Sousa, em Várzea Grande. O jogo foi válido pela volta das oitavas de final do Peladão. Na primeira partida, o Ousadia e Alegria venceu, em Cuiabá, por 1 a 0 e jogava pelo empate para se classificar às quartas de final.

Com a desvantagem no placar e precisando vencer por dois gols de diferença para avançar direto, o Unidos da 19 foi ao ataque desde o início do jogo. E logo no primeiro lance de perigo, Thiaguinho marcou para a equipe. Após isso, o Ousadia e Alegria buscou manter a posse de bola a fim de criar chances de gol, mas a marcação forte do adversário impedia as finalizações. Então na metade da primeira etapa, Thiaguinho foi lançado no contra ataque, fez a jogada individual e marcou novamente, ampliando para 2 a 0.

O resultado dava a vaga ao time da casa, mas os visitantes voltaram com outra postura para o segundo tempo. Com a intenção de manter o resultado, o Unidos da 19 tentou apostar nos contra ataques, mas raramente tinha sucesso. Até que, após levantamento na área, Sansão pegou a sobra e diminuiu para o Ousadia e Alegria. O 2 a 1 levava a decisão para os pênaltis, mas o time da capital estava disposto a evitar as cobranças. Então Renan, após o goleiro ‘bater roupa’, empatou o jogo e classificou o Ousadia e Alegria às quartas de final da competição.

“Nós sempre acreditamos, mesmo depois do placar contrário. O time é feito de guerreiros, são homens que jogam a semana inteira. Eles entraram um poucos desligados, mas a torcida sabe a qualidade do time e que conseguiríamos a classificação aqui”, afirmou Anderson, torcedor do Ousadia e Alegria.

Por: Jonathas Gabetel


Torcida do Ousadia e Alegria comemorou a classificação

Thiaguinho, do Unidos da 19, foi destaque na partida