Foto:Júnior Martins/Cuiabá Arsenal


 O Cuiabá Arsenal põe o pé na estrada para jogar com o Campo Grande Predadores, o segundo confronto pela Superliga Nacional de Futebol Americano, a Divisão A da modalidade, neste fim de semana, no domingo (7), às 15h, no estádio Jacques da Luz, o conhecido estádio das “Moreninhas”, em Campo Grande-MS.

Mato Grosso tem quatro times em campeonatos brasileiros, o Cuiabá Arsenal na Superliga Nacional (Divisão A) e o Sinop Coyotes, Sorriso Hornets e Rondonópolis Hawks na Liga Nacional (Divisão B). O Campo Grande Predadores vem da Liga (Divisão B). Em 2015 eles foram os vice-campeões da Liga, resultado que fez com que garantissem vaga de acesso da Liga para a Superliga. É uma equipe nova fundada em 2015 da fusão de Jacarés do Pantanal e Campo Grande Cobras.

De acordo com o presidente do Cuiabá Arsenal (AACA), Paulo Cesar Machado, apesar do Campo Grande Predadores ser um time jovem, ele nasceu da união de duas equipes com um certo grau de experiência. O que garante que não são um grupo novato. E, segundo ele, um time criado em 2015 e que já foi vice-campeão da Divisão B no primeiro ano de existência. O que significa que possuem um roster de atletas preparados e com estratégias efetivas de ataque e defesa.

“Claro que nos preocupamos um pouco mais quando enfrentamos adversários com uma história já consagrada. Mas nem por isso deixamos de fazer tudo ao nosso alcance para tentar garantir uma vitória sobre um oponente, teoricamente, menos perigoso. Aprendemos nesses dez anos de Cuiabá Arsenal que todo cuidado é pouco. Já cometemos esse erro no passado. Não faremos de novo. Estudamos muito os vídeos dos jogos do Predadores e estamos prontos”, comenta Paulo.

Após a vitória na estreia diante do Corinthians por 26 a 7, o Arsenal volta à Arena para encarar a Lusa Lions, dia 20 de agosto. Ingressos estão sendo vendidos nas Livrarias Janina (Shopping Pantanal, Shopping Três Américas, Shopping Várzea Grande, Univag e Unic), Doctor Feet Goiabeiras e no Açaí Strong. Camarotes com a UP Eventos.

Por: Redação