Foto:Gabriela de Lima/Olhar Esportivo


Após o empate no jogo de ida, Liga da Justiça e Barcelo se enfrentaram na tarde deste domingo (14), no Miniestádio do Jardim Paulista, por uma vaga na final do Peladão. O primeiro classificado foi o SN, no sábado (13).

Com um jogo acirrado e um placar por 3 a 2, Liga da Justiça conquistou fora de casa sua presença na Arena Pantanal, no dia 27. O camisa 10 do time, Pelezinho, foi um dos jogadores mais ovacionados pela torcida. Ele fez dois dos três gols marcados pela Liga nessa partida.

O jogo

A bola mal começou a rolar e Pelézinho já abriu o placar para a Liga, aos três minutos do primeiro tempo. O primeiro tempo seguiu com a Liga da Justiça mantendo a maior posse de bola e domínio do jogo. Faltando pouco para o fim dessa etapa, Peixe marcou um gol pela equipe da casa. O camisa 7 do Barcelo enterrou a bola no gol da Liga e durante a comemoração uma confusão tomou conta do miniestádio.

As duas torcidas queriam muito ver seus times na final, o que causou um estranhamento entre elas. “É realmente uma pena isso”, comentou uma torcedora da Liga sobre o tumulto, que levou todo o tempo durante o intervalo para que fosse resolvido e o jogo pudesse ser retomado.

O segundo tempo começou com a torcida da Liga animando e empurrando o time, que mesmo fora de casa compareceu em grande número. Não demorou muito para Pelézinho desempatar o jogo, deixando a competição com um clima mais tenso. Em meio a muitas faltas e reclamações, cada equipe ainda conseguiu marcar mais um gol antes do fim do jogo.

Barcelo lutou por um empate enquanto a torcida da Liga pediu pelo fim do jogo. Quando o apito soou, a equipe visitante saiu correndo para os braços da torcida.

Por: Gabriela De Lima


Barcelo comemora seu primeiro gol

Time da Liga comemora o resultado do jogo com a torcida