Foto:Divulgação Governo de Mato Grosso


 Um público de 17 mil pessoas é esperado para assistir a final do campeonato de futebol amador, “Peladão”, que ocorrerá neste sábado (27), a partir das 15h, no estádio Arena Pantanal. Duelam pelo título os times SN FC e Liga da Justiça. Quem vencer leva para casa um carro zero quilômetro.

Conforme um dos organizadores do Peladão, Tiego Polikiesque, foram disponibilizados 17 mil ingressos distribuídos nas secretarias de esportes de Cuiabá e Várzea Grande. Há bilhetes também no Ginásio Aecim Tocantins, Shopping Popular de Cuiabá e Assembleia Legislativa. Os ingressos são gratuitos e vêm com um canhoto para sorteio de brindes e prêmios.

SAIBA TUDO SOBRE A ORGANIZAÇÃO DA GRANDE FINAL

Kiesque destaca que, antes da grande final, a programação contará com o jogo de futebol feminino entre as seleções de Cuiabá e Várzea Grande e uma partida do time da imprensa da capital contra a equipe de servidores do Governo de Mato Grosso. Também haverá  apresentações culturais do grupo de siriri e cururu Flor Ribeirinha.

O coordenador do Peladão também ressalta que o jogo entre SF NC e Liga da Justiça será de alto nível. Ele lembra que as duas equipes já foram campeãs em edições anteriores do Peladão. “Tenho certeza que esse jogo vai mobilizar toda a comunidade do futebol amador da grande Cuiabá”, salienta.

Na sua avaliação, o campeonato deste ano está entre os melhores Peladões já realizados. “Nos jogos finais tivemos uma média acima de 3 mil pessoas. O nível técnico da equipes também está muito bom e essa edição irá registrar recordes de premiação tanto para as equipes quanto para o público”, frisa Kiesque.

 Já para o secretário Adjunto de Esporte e Lazer, Pedro Luiz Sinohara, além da prática do esporte em si, o Peladão é um evento social que reúne milhares de famílias nos miniestádios espalhados pela grande Cuiabá. “É uma grande opção de lazer para população, principalmente dos bairros carentes”, acrescenta.

Somado a isso o campeonato também gera emprego e renda. “O pequeno comércio costuma faturar com os jogos nos bairros. Também têm jogadores, que já foram profissionais, e que recebem salários de algumas equipes que se preocupam em reforçar o plantel”, afirma o gestor.

A 2º maior competição esportiva amadora do Brasil o “Peladão” teve seu inicio com 200 equipes. O evento conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-Sael-MT).

Por: Redação