Foto:Ícone Assessoria (Pepeu com bota de compressão pneumática)


 O nadador cuiabano Luiz Pedro Ribeiro Pereira, o Pepeu, recupera-se de duas cirurgias, uma no ombro e outra no joelho realizadas no final de agosto. Agora o atleta que representa o estado em competições profissionais, começa o processo de recuperação, visando os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), que acontecerão em novembro, em Cuiabá.

Pepeu competiu pela última vez em junho, quando ganhou duas medalhas, uma de ouro e outra de prata na 32º edição do Meeting Internacional do Porto, em Portugal. De acordo com o fisioterapeuta, Felipe Rodrigues Coutinho, a cirurgia no ombro foi no manguito rotador subescapular e no joelho no ligamento cruzado anterior e menisco.

“Nesse primeiro momento o foco maior tem sido o joelho, até por conta disso a recuperação do ombro, que já tem amplitude e precisa apenas do fortalecimento, ficou em segundo plano. Agora passada essa parte de proteção o Pepeu começa executar as contrações voluntárias dos músculos, não focando na flexão do joelho, mas sim na extensão para fortalecer toda a musculatura”, explica.

Felipe ainda afirma que mantendo a rápida recuperação dentro de duas semanas o nadador deve iniciar trabalhar com carga, na academia. “Pepeu tem reagido bem ao tratamento, que vai desde a bota de compressão pneumática, que possui o efeito de drenagem (assim como a massagem linfática) e a retirada dos dejetos metabólicos, a terapia de gelo compressiva, para resfriar a região e diminuir o processo inflamatório”, pontua.

Pepeu conta que nunca havia tido uma lesão grave e por conta disso estava receoso com as cirurgias. “Uma lesão sempre deixa a gente preocupado, mas ter começado a fisioterapia logo em seguida tem ajudado na minha recuperação de forma rápida. Estou otimista para voltar logo a competir, mas principalmente poder voltar para água, meu habitat natural”, brincou Pepeu.

Mesmo ainda em fase inicial de recuperação o nadador já tem planos de retomar as atividades na academia ainda em setembro e começar a cair na piscina em outubro. O mato-grossense espera voltar a competir no JUBs. “Se ele continuar com essa evolução já poderá cair na água em novembro, apesar de que estará 100%”, prevê Felipe Rodrigues Coutinho.

Por: Redação


Pepeu fazendo fisioterapia com Felipe Rodrigues