Foto:Thiago Mattos/Olhar Esportivo


 O Cuiabá Arsenal se despediu da maior Superliga Nacional da história neste sábado (26). O time do técnico Kenneth Joshen chegou até as semifinais num campeonato que reuniu 30 equipes do Brasil inteiro.

No jogo de hoje, na Arena Pantanal contra o TRex-SC, o time teve muitas dificuldades para ‘furar’ a melhor defesa da competição e acabou perdendo por 20 a 7. A chuva afastou o público, que compareceu em menos de duas mil pessoas.

20 a 0 logo de cara

Na metade do primeiro quarto, Well Garcia abriu o placar para os catarinenses numa corrida de 41 jardas para anotar o touchdown, com o extrapoint convertido, o score era de 7 a 0. Já perto do fim, Luis Polastri interceptou passe de Marcelo Roversi e, numa corrida de ‘end to end’, anotou mais seis pontos, dessa vez com extra point desperdiçado (13 a 0).

No segundo quarto, o Cuiabá Arsenal seguiu com uma estratégia muito individualista no ataque, com Brandon ‘The Rocket’ sendo sempre acionado. Perto do intervalo, o jogador do TRex, Rogério Tonoli, fez um touchdown que, aliado ao extra point, definiu o vencedor já na primeira metade, pois o placar foi para 20 a 0.

No segundo tempo, o Cuiabá Arsenal até conseguiu um touchdown, mas nada que ameaçasse a vitória do TRex. O clube de Santa Catarina chega a final tendo levado apenas 22 pontos durante toda a campanha, disparadamente a melhor defesa.

Contra o Flamengo

O adversário dos catarinenses na final será o Flamengo, que venceu sua semifinal por 25 a 10 contra o João Pessoa Spectros. A decisão da Superliga será disputada no Rio de Janeiro, pois os cariocas somam uma melhor campanha.

Por: Thiago Mattos