Foto:Junior Martins/Assessoria Cuiabá Arsenal


O engenheiro elétrico, multiatleta e bicampeão brasileiro de futebol americano pelo Cuiabá Arsenal (2010 e 2012), Hanay Benedito Gonçalo, um Defensive Back de 26 anos, será peça chave na estratégia de defesa da equipe na 3ª edição do Campeonato Mato-grossense de Futebol Americano, que começa em abril. Atleta de futsal, rugby, crossfit, atletismo e futebol americano, Hanay será titular na posição de Strong Safety e opção para Free Safety e Cornerback.

“Lembro de ter feito uma jogada importante na final de 2012. No jogo em que o Cuiabá Arsenal ganhou o 2º título ao vencer o Coritiba Crocodiles por 31 a 23. Foi nos últimos dois minutos, quando o Coritiba avançava sobre nós e estava prestes a virar o placar. Nós só estávamos dois pontos na frente. Foi quando eles fizeram um passe longo e eu interceptei, daí corri contra e marquei um touchdown. Foi o prego no caixão deles. Vencemos ali”, diz Hanay.

De acordo com o técnico do Cuiabá Arsenal, Kenneth Joshen, o time de defesa é dividido em três setores: Linha Defensiva, Linebackers e Secundária. Segundo ele, os jogadores da secundária são chamados de Defensive Backs (DBs), por serem a última defesa contra o ataque oponente, e esses atletas podem ser de três tipos diferentes: Strong Safetys (SS), Free Safetys (FS) e Cornerbacks (CB). No caso do Hanay, será o titular na posição SS.

“No ano passado, os Defensives Backs principais eram o Hanay Gonçalo (SS), Romaycol Bremm (FS), Brandon Watkins (CB) e eu (CB). O Hanay Gonçalo é um jogador muito esperto, experiente, com porte atlético e com forte tackle. Por isso será starter na posição de Strong Safety, mas também pode ser em outras. Neste ano, ele também jogará nas demais posições da secundária. Pretendo em algumas ocasiões utilizá-lo como FS e CB”, comenta o técnico.

O Strong Safety (SS), se posiciona depois da Linha de Defesa e Linebackers e tem como função fazer cobertura de passe e parar os corredores que consigam ultrapassar as duas primeiras barreiras de proteção. Ajuda na tentativa de interceptar ou desviar a bola e ou derrubar quem tiver feito uma recepção de passe. A própria palavra “Strong” (forte) é usada por ele ter que defender o “strong side” (lado forte) do ataque rival, que é o lado onde está o Tight End.

“Comecei a praticar esporte na época do colégio. Futsal por muitos anos. Entrei para o futebol americano em 2009, depois rugby em 2012, tentei crossfit em 2015 e atletismo no início deste ano. Atualmente faço futebol americano, rugby e atletismo. Todos os esportes que tenho feito são para melhorar no futebol americano. No atletismo faço prova de corrida de 100 metros para me dar velocidade. Sempre fui ágil e faltava um pouco de velocidade”, avalia Hanay.

O Cornerback (CB), é encarregado de marcar os recebedores rivais para impedir que recebam passes. Ele pode desviar a bola ou segurá-la antes do adversário, a chamada “interceptação”, e, caso consiga, sua equipe ganha a posse da bola. Também cabe a ele derrubar um recebedor que eventualmente consiga receber um passe, evitando o avanço do adversário.

O Free Safety (FS), é o jogador que fica mais distante da linha de scrimmage, posicionado bem no fundo do campo. É uma espécie de libero, que joga recuado, para dar cobertura para um dos Cornerbacks nas jogadas aéreas, normalmente, aquele que for marcar o melhor recebedor do oponente. E nas jogadas terrestres avança para bloquear os corredores.

Estadual

O 3º Campeonato Mato-grossense de Futebol Americano, organizado pela Federação Mato-grossense de Futebol Americano, terá participação de cinco equipes de cinco cidades: Cuiabá Arsenal, Rondonópolis Hawks, Sinop Coyotes, Sorriso Hornets e Luverdense Overwhelming. A competição terá o total de onze confrontos, que serão realizados de abril até junho, com início em 15 de abril. E o Cuiabá Arsenal estreia, no dia 29 ou 30 de abril, contra o Luverdense em Lucas do Rio Verde.

Por: Redação