Foto:Junior Martins/Assessoria Cuiabá Arsenal


 A comissão técnica do Cuiabá Arsenal, tem dado duro para definir o plantel de jogadores titulares para o 3º Campeonato Mato-grossense de Futebol Americano, que terá início em 15 de abril e término em fim de junho. Por conta das baixas naturais de uma temporada pra outra, atletas que são contratados por outros times e vão embora e afastamentos por lesões físicas ou por motivos pessoais, entre outros.

De acordo com o técnico principal, o americano Kenneth Joshen, um exemplo disso são as três vagas que abriram para a posição de Linebacker. Segundo ele, os três titulares da temporada passada, Igor Mota, Higino Gomes e Carlos Santos deixaram a equipe, o que abriu espaço para ser conquistado pelos demais jogadores, veteranos ou novatos. E as vagas tem empolgado atletas que esperavam uma oportunidade para assumir as rédeas da posição.

“Vou utilizar de cinco critérios para avaliar quem serão os três linebacker starters. Esses atletas precisam ter vontade de treinar e jogar, ter conhecimento sobre a posição que vão ocupar, amar competir, ter agressividade e saber executar cobertura individual e de zona. Nosso primeiro jogo está marcado para o fim de semana de 29 e 30 de abril, na cidade de Lucas do Rio Verde, contra o Luverdense Overwhelming”, explicou Kenneth Joshen.

Dos antigos titulares das vagas, o Igor Mota foi contratado para jogar pelo BH Eagles, um time mineiro que recentemente fechou parceria com o Cruzeiro Esporte Clube (futebol), e o Carlos dos Santos foi contratado pelo Sorriso Hornets, equipe pregressa do jogador e sediada em Sorriso (398 km da capital). E Higino Gomes deixou a posição por motivos profissionais, foi estudar medicina em uma universidade de outro estado e não sabe quando poderá voltar.

Com 24 anos, 78 quilos e 1,80 de altura, Vitalir Junior Magnagnagno será um dos vários atletas empenhados em mostrar para a comissão técnica que tem condições de assumir uma das três vagas. E ele acredita estar pronto: “Vou treinar firme, como todos os outros anos, para quando o Arsenal precisar de mim. Já fui starter várias vezes e ano passado marquei sacks, safetys e touchdowns”, diz Vitalir, que fora do campo trabalha de borracheiro em uma oficina de carros.

Saiba mais sobre o Estadual de Futebol Americano

Por: Redação