Foto:Luis Rodrigues


O confronto entre Dom Bosco e Poconé que encerrou a sexta rodada da Copa FMF, realizado na noite de hoje (29), na Arena Pantanal, deixou a classificação mais embolada ainda, e com quatro times brigando pelas duas últimas vagas da Semifinal. O Poconé surpreendeu o Dom Bosco e venceu pelo placar de 2 a 1, os gols saíram todos no segundo tempo.

Os gols do Cavalo Pantaneiro foram marcados por Boré (Contra) e Luquinhas de pênalti. Claudeci marcou para o Dom Bosco.
 
Com o resultado o Dom Bosco continua na terceira posição com sete pontos, o Mixto com seis pontos, União e Poconé também com seis pontos na quinta e sexta posição respectivamente. Todos com chances de classificação.
 
O jogo
 
Com pouca inspiração de ambas as equipes, o primeiro tempo foi morno e com poucas chances de gol. A melhor chance foi criada pelo Azulão da Colina, após cruza da direita a bola sobrou limpa para Matheus Vinicius, o atacante bateu de chapa na bola que saiu mascada e passou a direita do gol de Renam.
 
O Poconé chegou algumas vezes com perigo, na maior parte em bolas alçadas na área, mas por conta da baixa estatura da equipe, pouco ameaçou arqueiro Jefferson.
 
No segundo tempo o Dom Bosco chegou duas vezes com perigo antes dos cinco minutos. Wilson fez boa jogada pela linha de fundo, cortou para dentro e bateu de perna esquerda cruzado no alto para boa intervenção de Renam. No lance seguinte, em cobrança de escanteio e Boré subiu mais que todo mundo e cabeceou próximo à trave esquerda do Poconé.
 
Aos oito minutos o Cavalo Pantaneiro chegou pela primeira vez na segunda etapa. Romarinho recebeu lançamento, levou para linha de fundo e cruzou, Boré tentou cortar o cruzamento e acabou desviando para a própria meta, gol contra do zagueiro do Azulão. 
 
O Dom Bosco chegou ao empate logo depois. Aos 20 minutos, em cobrança de falta pela direita Enio que entrou na segunda etapa, mandou a bola pra área e no bate rebate, Claudeci que também saiu do banco cabeceou, o goleiro do Poconé ainda fez a defesa, mas o bandeirinha correu para o centro de campo validando do gol do Azulão.
 
 Aos 33 o Poconé levantou bola na área, a zaga do Dom Bosco se atrapalhou e o juiz deu toque na mão, pênalti para o Cavalo Pantaneiro. Luquinha assumiu a responsabilidade e bateu muito bem, rasteiro, forte, no canto direito, sem chances para Jefferson.
 
Dom Bosco
Jefferson; Wilson, Boré, Guilherme, Natal; Renato, Paulo Henrique (Jhonatan), Kaian (Enio); João Pedro, José Igor e Matheus Vinicius (Claudeci)
Técnico: Giani de Freitas
 
Poconé
Renam; Passarinho, Alemão, Da Silva (Nei), Gabriel; Luquinha, Everton, Popozinho; Maycon (João Meirele), Bruninho (Murilo) e Romarinho
Técnico: Thiago Costa
 
Cartões Amarelo:
Dom Bosco - Renato, Paulo Henrique, Boré
Poconé - Alemão

Arbitragem: Jean Marcelo Latorraca Ferreira, Eliane Cristina Alves (assistente 1) e Rodolfo Campos (assistente 2)
 

Por: Luis Rodrigues