O América-RN se recuperou da derrota para o Fortaleza na última rodada, venceu o Cuiabá e se aproximou do G-4 do grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Com gols de Judson e Max, o Mecão bateu o Dourado por 2 a 1, neste sábado, na Arena das Dunas, pela 7ª rodada. Geilson descontou. Com a derrota, o time mato-grossense mantém o jejum de vitórias - já são cinco jogos sem triunfos - e vê a zona de rebaixamento cada vez mais próxima.  

Com os três pontos, o Mecão foi aos 11 e ficou a apenas um do quarto colocado - o Salgueiro, que soma 12 pontos. Já o Dourado... o Dourado se afunda em crise após um primeiro semestre perfeito com dois títulos (estadual e Copa Verde). Sem vencer há cinco jogos, a volta para Mato Grosso e a semana será longa para o time comandado por Fernando Marchiori, que segue balançando no cargo. O time tem apenas quatro pontos, na 8ª posição. 

Na próxima rodada, o América-RN recebe o Confiança-SE, domingo, na Arena das Dunas, às 19h. O Cuiabá também joga no domingo, contra o Águia de Marabá-PA, na Arena Pantanal, às 17h.   

Primeiro tempo

Logo no começo da partida, o lateral Arthur Henrique do América-RN, sentiu lesão na coxa esquerda e foi substituído por Thiago Potiguar, que também assustou a torcida após cair no gramado. Aos 21, Max quase abriu o placar em cabeçada que a zaga do Dourado afastou. O Cuiabá respondeu logo depois com três chances - uma com Geílson, outra de Gean e a mais clara com Diego Macedo, de cabeça, que obrigou o goleiro Busatto praticar boa defesa. 

O gol saiu aos 29 com Judson, após contra-ataque do Mecão. Ele chutou forte e enganou o goleiro Willian Alves com o efeito da bola. Antes do primeiro tempo acabar, o América-RN quase ampliou em duas chances claríssimas de gol. Na primeira, Cascata chutou por cima. A segunda, Thiago Potiguar mandou pra fora, livre, na pequena área.  

Segunda etapa 

Com o placar favorável, o Mecão valorizou a posse de bola e continuou mais efetivo em campo. Rafael Estevan quase ampliou em chute de fora da área, aos três minutos. O Cuiabá respondeu com Geílson, aos 16, mas a cabeçada saiu sem direção. O América-RN voltou a atacar e quase ampliou com um gol olímpico após cobrança de Cascata. Willian Alves salvou. Já no fim da partida, Max converteu cobrança de penalidade máxima que ele mesmo sofreu após falta de Egon e ampliou a vantagem no placar, aos 38. No apagar das luzes, Geilson marcou para o Dourado, de cabeça.  

Por: Olhar Esportivo