Foto: Manoel Façanha


O Operário Futebol Clube Ltda, que está prestes a virar Flamengo Futebol Clube do Mato Grosso Ltda, está se movimentando para a disputa da Copa FMF 2019, que vale vaga na Copa do Brasil do ano que vem.

A gestão do clube foi assumida na semana passada pelo ex-secretário de Estado de Fazenda, Éder Moraes, como presidente por procuração, concedida pelo dono do Operário FC Ltda, o empresário carioca Sebastião Viana.

Desta vez, a novidade da equipe será o técnico português João Mota, por coincidência com o tradicional Clube de Regatas do Flamengo do Rio de Janeiro, que também contratou um português recentemente, o técnico Jorge Jesus.

O ex-jogador e atual técnico com 52 anos, teve experiências por quatro anos nas categorias de base do Farense(POR) e treinou equipes profissionais do Emirados Árabes. Em 2018, foi técnico do Guarulhos e da Portuguesa, ambos no sub-20.

Neste ano, ele dirigiu o time profissional do Rio Branco do Acre, obtendo três vitórias, um empate e duas derrotas. No comando da equipe acreana, ele disputou cinco jogos pelo Campeonato Acreano e foi eliminado pelo Bahia na primeira fase da Copa do Brasil, com empate em casa no placar de 2 a 2.

O técnico João Mota assumirá o time para a Copa FMF, competição que está marcada para começar no dia 10 ou 11 de agosto, porém, pode ser adiada por falta de estádios disponíveis na baixada cuiabana.

Parma de Oliveira, que foi técnico da equipe no rebaixamento pelo Campeonato Mato-grossense 2019, seguirá no clube como Diretor Geral. O elenco deve contar com novos reforços que chegarão nos próximos dias.

Por: Da Redação


Técnico João Mota fez um bom trabalho na equipe sub-20 da Portuguesa em 2018 - Foto: Lucas Ventura/NETLUSA