Foto: William Lucas/Inovafoto/CBV


A maior competição de vôlei de praia do país está de volta a Cuiabá. Após sete anos longe da capital mato-grossense, a disputa do Circuito Brasileiro Open desembarca na cidade neste mês, de 23 a 27 de outubro. Com a presença de vários medalhistas olímpicos, o torneio acontecerá no estacionamento do ginásio Aecim Tocantins e conta com o apoio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT).  A entrada será gratuita.

Será a quinta vez que Cuiabá recebe a competição nacional, sediando também em 2001, 2002, 2003 e 2012. Nesta última edição disputada no estado, em 2012, os campeões olímpicos Emanuel, que se aposentou em 2016, e Alison, foram os vencedores no masculino, enquanto a dupla Juliana/Larissa venceu no feminino. As cidades mato-grossenses de Cáceres, Rondonópolis, Sinop e Várzea Grande também receberam etapas do Circuito Brasileiro Open.

A competição ocorre com 24 duplas em cada naipe. Os 16 times mais bem colocados no ranking de entradas já estão garantidos na fase de grupos que só começa a partir de quinta-feira (masculino) e sexta-feira (feminino) , enquanto outras oito vagas permanecem ‘abertas’ para duplas fora do ranking, e serão decididas no torneio classificatório, realizado a partir na quarta (masculino) e quinta (feminino).

As 24 equipes classificadas são divididas em seis grupos de quatro e jogam entre si, com os dois melhores times de cada grupo e os quatro melhores terceiros colocados avançando às oitavas de final. A competição segue no formato eliminatório tradicional, com quartas de final, semifinais e disputas de bronze e ouro.

O torneio terá a participação dos medalhistas olímpicos Alison (ES), Bárbara Seixas (RJ), Juliana (CE) e Ricardo (BA), além do campeão mundial André Stein (ES) e dos medalhistas pan-americanos Álvaro Filho (PB), Ângela (DF), Carol Horta (CE) e Vitor Felipe (PB) e vários atletas revelação da nova geração.

No naipe masculino, dois atletas que representam Mato Grosso estão inscritos na disputa do classificatório: Alcir e Paulo. No feminino, são cinco atletas representando o estado: Ana, Bárbara, Dani, Laryssa e Priscila.

O Circuito Brasileiro 19/20 conta com sete etapas, três realizadas no segundo semestre deste ano, e quatro que acontecem no primeiro semestre de 2020. A estreia do tour aconteceu em Vila Velha (ES), em setembro, com ouro para Ágatha/Duda (PR/SE) e André Stein/George (ES/PB). Após Cuiabá, o torneio segue para Ribeirão Preto (SP), em novembro. Já as etapas de 2020 ainda serão divulgadas.

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos quase R$ 500 mil por etapa.

As partidas também serão transmitidas ao vivo pelo site voleidepraiatv.cbv.com.br e pelo Facebook da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), a partir de quinta-feira (24.10). Já as disputas de medalha dos dois naipes, sábado (26.10) e domingo (27.10), serão exibidas ao vivo exclusivamente pelos canais SporTV.

Campeões das edições realizadas em Mato Grosso:

2001 (Cuiabá): Adriana Behar/Shelda (RJ/CE) e Harley/Luizão (DF/AM)

2002 (Cuiabá): Adriana Behar/Shelda (RJ/CE) e Márcio/Benjamin (CE/MS)

2003 (Cuiabá): Sandra Pires/Ana Paula (RJ/MG) e Ricardo/Emanuel (BA/PR)

2004 (Rondonópolis): Adriana Behar/Shelda (RJ/CE) e Fábio Luiz/Paulo Emílio (ES/BA)

2005 (Sinop):  Juliana/Larissa (CE/PA) e Márcio/Fábio Luiz (CE/ES)

2006 (Várzea Grande): Juliana/Larissa (CE/PA) e Ricardo/Emanuel (BA/PR)

2008 (Cáceres): Juliana/Larissa (CE/PA) e Ricardo/Emanuel (BA/PR)

12/13 (Cuiabá): Juliana/Larissa (CE/PA) e Alison/Emanuel (ES/PR)

12/13 (Sinop)*: Vivian/Pri Lima (PA/RJ) e Fábio Luiz/Oscar (ES/RJ)

2014 (Rondonópolis): Elize Maia/Carolina (ES/RJ) e Leonardo Gomes/Gilmário (RJ/PB)

*Etapas do Circuito Challenger

Por: Com Secel e Assessoria CBV