Foto:Divulgação A.A Araguaia


 A Associação Atlética Araguaia estreia pela Série D neste domingo (12), às 16h, diante da Aparecidense-GO, com mando de campo. O clube comemorou, na semana passada, o aval da CBF para poder atuar em seu estádio, o Zeca Costa.

No entanto, até esta terça-feira (7), a presença de público não está liberada, pois ainda falta ser apresentado o laudo de engenharia. Por telefone, o Olhar Esportivo conversou com o presidente do clube, Celso Souza. Ele se mostrou animado com a regularização do Zeca Costa e esperançoso de que o Galo da Serra jogue com portões abertos.

“Estamos regularizando o laudo de engenharia para colocarmos público aqui no Zeca já nesta estreia. Seria um desastre não atuarmos aqui, pois nossa torcida é fundamental para apoiar o time e também é nossa maior fonte de renda”, afirma Celso.

Sobre o grupo na Série D, que além da Aparecidense-GO, tem Ceilândia-DF e Comercial-MS, Celso reconhece que será difícil ficar entre os dois melhores, mas o segredo está em explorar o fator casa.

“Olha, nós sabemos que o grupo é muito difícil e já consideramos um feito o fato de termos chegado até aqui, mas queremos classificar sim. Ficamos o estadual inteiro invictos aqui no Zeca Costa. É tentar repetir a dose nesta Série D”, salientou o mandatário.

Um dos segredos do sucesso do time no estadual foi a maciça presença dos torcedores locais. A média do clube foi de pouco mais de 1.000 torcedores por jogo no Zeca Costa, acanhado estádio de capacidade para 3.000 espectadores, que vira o ‘caldeirão do Galo’.

Conto de fadas

O Araguaia foi o vice-campeão da segunda divisão mato-grossense em 2015 e, logo após subir, já foi o quarto colocado na elite estadual, conquistando a vaga para Série D. Como muitos atletas tinham contrato de apenas quatro meses, o elenco passou por uma reformulação.

A maior perda ficou por conta do atacante Cabralzinho, destaque no estadual e que foi negociado junto ao Cuiabá E.C.

“Já temos 13 atletas registrados no BID, essa semana ainda iremos contratar um atacante, um lateral e um meia. Vamos fechar o elenco em cerca de 22 jogadores”, concluiu o presidente.

Por: Thiago Mattos