Foto: PEDRO CRUZ / GRINGA FILMES


O Governo do Estado de Mato Grosso deve utilizar um espaço da Arena Pantanal para realizar uma campanha em combate ao Covid-19 na capital. Em reunião preliminar da Superintendência de Infraestrutura Esportiva, com o setor de engenharia da Secretária de Saúde na manhã desta terça-feira (07), ficou disponibilizado o setor oeste do estádio para a instalação dos atendimentos médicos.

Segundo apuração do site Olhar Esportivo, a iniciativa visa fazer testes em massa na população, que é serviço de necessidade para a prevenção da circulação do vírus.

“Tivemos uma reunião para apresentar a estrutura para a Secretaria de Saúde, o nível 10 (portões A e B – setor oeste) é um local de melhor acesso da população, tem ponto de ônibus perto, não precisa subir escadas, fica mais fácil. A intenção do Governo é colocar um ponto de testagem da população na Arena, para poder detectar o maior número de casos e poder iniciar o tratamento. Sabemos que muitos casos estão sendo curados em casa, com a detecção precoce e o início do tratamento rápido”, disse o superintendente de infraestrutura esportiva da Secel-MT, Maurício Dias de Mendonça, ao site Olhar Esportivo.

A perspectiva é começar a campanha o mais rápido possível. O cronograma tem uma previsão para a próxima segunda-feira (13). A princípio, deve haver uma triagem feita por profissionais de saúde, sendo enfermeiros e médicos, juntamente com os exames de detecção da doença, de acordo com a necessidade. A Secretaria de Saúde deve divulgar os detalhes em breve.

“Deixando claro que não é hospital de campanha, é um posto de triagem e testagem, para encaminhar as pessoas aos hospitais e outros locais de atendimento. Tem muita gente doente também psicologicamente. Essas pessoas estão indo buscar atendimento nos postos de saúde, UPAs e hospitais, e acabam contraindo a doença, devido ao grande acúmulo de pessoas infectadas nesse lugares”, afirmou o superintendente.

Sobre a realização de partidas de futebol, diante da confirmação do presidente da CBF para início da Série B em agosto, e caso as atividades esportivas estejam permitidas no município, haveria possibilidade de atendimento dos dois setores, já que não terá a presença de público nos jogos.

“É possível que a gente consiga atender os dois nichos, tanto à população com essas testagens, tratando o maior número de pessoas, como possivelmente o retorno do futebol futuramente. A gente torce para isso, respeitando a vida”, completou.

Leia mais: Cuiabá Esporte Clube sofre auto de infração e Prefeitura suspende treinos no CT

Por: Pedro Lima / da Redação