Foto: CONMEBOL


Os técnicos Reinaldo Rueda e Miguel Russo, dois campeões do torneio de clubes mais importante do continente, compartilharam suas experiências e revelaram suas dicas para ganhar a CONMEBOL Libertadores, no encontro digital CONMEBOL, organizado pela Direção de Desenvolvimento.

Rueda, treinador colombiano, que atualmente dirige a seleção chilena, alcançou a Glória Eterna contra o Atlético Nacional de Medellín em 2016, batendo Independiente del Valle na final.

“O primeiro dia é fundamental. Colocar uma meta alta e mentalizar ganhar em base a uma boa preparação e que tenha uma sinergia e uma boa comunhão de equipe com o sonho de vencer, acho que aí está a chave”, explicou Rueda durante a videoconferência.

Por sua parte, o argentino Miguel Ángel Russo, atual DT do Boca Juniors, ergueu a Copa com o ‘Xeneize’ em 2007 após derrotar o Grêmio na final.

“Não há um segredo para ganhar a Libertadores. É a planificação desde o primeiro dia e ir crescendo cada vez que avança a competição. A parte mental é sempre fundamental”, ressaltou Russo.

Durante o terceiro encontro digital CONMEBOL, que teve como assunto principal o futebol profissional, ambos os técnicos deixaram vários pontos interessantes, quanto a formação; seus desafios e orientações para os mais jovens.

- Formação integral -

“A formação integral de um jogador deve começar desde o institucional, que dê para contar com uma contenção, protocolo de trabalho e tecnologia”, disse Rueda, adicionando que “é importante o aspecto psicológico, a formação de valores, na parte emocional e na parte médica”.

Na mesma linha, o treinador argentino indicou que é fundamental um acompanhamento em cada etapa do jogador. “As transições são duras. A pessoa vai subindo, vai escalando de categoria e a exigência é cada vez mais difícil, por isso é importante o acompanhamento a esse jogador, porque não todos chegam a ser profissionais”.

- Prazer e desafio -

“O prazer da pessoa é estar no gramado, temos esse grande privilégio. Acompanhar o processo de orientação e ver a realização e materialização de todo esse trabalho é satisfatório”, revelou o treinador do Boca Juniors.

Já para Rueda a exigência ocorre na renovação e inovação. “O desafio é as gerações que são cada vez mais complexas. Investir em nós mesmos e compreender esta geração, que possam entender nossa ideia de jogo e se projetar dentro do campo de jogo”.

 - Mensagem para os jovens treinadores -

Miguel Ángel Russo: “Que amem esta profissão, que aproveitem, que nem sempre saberão ganhar, na derrota também se aprende. Que se preparem. Cada dia há uma experiência nova”.

Reinaldo Rueda: “A paixão acima de todas as coisas. Os protagonistas são os jogadores e a bola, nós devemos guiá-los com generosidade e nobreza”.

Por: CONMEBOL.com