Foto: Arquivo / AssCom Dourado


O elenco do Cuiabá Esporte Clube segue impedido de realizar suas atividades presenciais no Centro de Treinamento oficial. A diretoria do Dourado formalizou pedido de autorização à Prefeitura de Cuiabá para seguir com os treinos em preparação para a Série B, que começa dia 8 de agosto, mas provavelmente terá que aguardar no mínimo mais uma semana, por conta da prorrogação da quarentena na capital.

Entre contato da reportagem do Olhar Esportivo com a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer do município, foi informado que a Prefeitura de Cuiabá se reunirá com o clube na próxima semana. Com a prorrogação da quarentena, a situação segue incerta.

"A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer informa que irá se reunir com o Cuiabá Esporte Clube na próxima terça-feira (14), para dialogar sobre pedido do time para realizar os treinos preparatórios para o campeonato Brasileiro, que será em agosto. Na ocasião, também estará presente o secretário Leovaldo Sales, da Secretaria de Ordem Pública", informou em apuração do site Olhar Esportivo.

Nesta quinta-feira (09), após audiência de conciliação judicial, realizada via videoconferência, o juiz José Luiz Leite Lindote, da Vara da Fazenda Pública de Várzea Grande, decidiu pela prorrogação do período de quarentena coletiva obrigatória nos municípios de Cuiabá e Várzea Grande por mais sete dias. A quarentena coletiva obrigatória será mantida até o dia 17 de julho com possibilidade de prorrogação. O prefeito Emanuel Pinheiro cumpre decisão.

Diante disso, baseado no Art. 1º do Decreto nº 7.970 de 25/06/2020, que determina suspensão de todas as atividades aptas a causarem aglomeração, como o esporte coletivo, o Cuiabá segue sem a autorização até o momento.

Na sexta-feira (02) da semana passada, os treinos presenciais dos jogadores, que haviam sido retomados no dia 15 de junho em grupos intercalados, foram suspensos após fiscalização da Secretaria Municipal de Ordem Pública de Cuiabá. Em apuração do site Olhar Esportivo, segundo a assessoria da SORP, o clube não recorreu quanto ao auto de infração, com multa de R$ 609,3.

Leia mais: Cuiabá registra sexto reforço no BID da CBF visando a Série B

Por: Pedro Lima / da Redação