Foto:Cuiabá E.C.


 A classificação do Dourado à final do Campeonato Brasileiro da Série C no último final de semana mostrou que a equipe auriverde é uma forte candidata ao título. Isso por conta do forte conjunto comandado pelo técnico Itamar Schulle. E um dos pilares do time é o sistema defensivo, que sofreu apenas dois gols nos quatro jogos do mata-mata.

O zagueiro e capitão Edson Borges falou sobre o bom momento do sistema defensivo do Dourado. “Nosso time se mostrou muito maduro nos jogos fora de casa, jogamos com inteligência, principalmente diante do Botafogo-SP, onde tivemos mais posse de bola e concluímos em gol todas as chances que criamos. O fato de não tomar gols não é só mérito do setor defensivo, nossa equipe se recompõe muito bem e até mesmos os atacantes tem ajudado na marcação, isso faz com que a bola não chegue com qualidade no ataque adversário e facilita o trabalho da zaga”, afirmou.

O capitão ainda reforçou o bom ambiente dentro do vestiário e concluiu que quando o clima está assim, dificilmente as coisas dão errado. “O grupo tem se doado ao máximo nos jogos, um corre pelo outro dentro de campo, não há vaidade no nosso elenco. E no futebol quando as coisas acontecem desta forma a equipe tem grandes chances de conquistar o que almejam”, finalizou.

Nas quatro partidas disputadas no mata mata da série C contra o Atlético Acreano e Botafogo-SP, a defesa do Dourado sofreu apenas dois gols, ambos marcados no jogo de volta fora de casa contra o Atlético, quando a equipe já vencia por 2 a 0 e estava praticamente com as classificação assegurada.

A batalha pelo caneco começa neste domingo (16.09), às 15h30, no estádio Germano Krüger, contra o Operário-PR.

 

Por: Luis Rodrigues