Foto: Profissionais da imprensa mato-grossense em dia de jogo do Estadual - Olhar Esportivo


A imprensa esportiva terá que sofrer diversas mudanças quando o retorno do futebol for permitido no Brasil. Em construção desde abril pela Confederação Brasileira de Futebol – CBF, o protocolo nacional de volta se inspira na liga alemã e terá regras rígidas para os dias dos jogos nos estádios. O futebol alemão foi o primeiro, dos mais vistosos do mundo, a ter a retomada.

As novas normas preveem acessos reduzidos ao campo no número de câmeras. Fotógrafos, jornalistas e radialistas, também em número reduzido, ficarão na tribuna de imprensa, respeitando distanciamento de dois metros entre cada profissional.

Como foi visto na Alemanha, os jogadores vão conceder entrevistas com microfones pendurados em cabos de apoio de TV, sem a presença do repórter no gramado. As entrevistas coletivas serão virtuais, possivelmente operadas por assessores de imprensa dos times.

O protocolo da CBF ainda precisa passar pela análise e aprovação das autoridades brasileiras. O futebol do país está paralisado desde a metade de março devido a pandemia da Covid-19. Alguns times realizam treinos nos Centros de Treinamentos, de forma cautelosa, e outros mantém elencos com atividades das suas casas, mas ainda não há uma data para o retorno d