Foto: AssCom Dourado


No dia 21 de abril do ano passado, feriado de Tiradentes, o Cuiabá confirmou o favoritismo no Campeonato Mato-grossense. Empatou em 2 a 2 com o Operário Várzea-grandense e foi campeão pelo placar agregado, com vitória de 2 a 0 na primeira partida.

No primeiro jogo, Alê marcou os dois gols do triunfo. No duelo de volta, Marino e Alê fizeram os gols do Dourado, e Alef e Felype Hebert descontaram para o Chicote. Os dois jogos foram na Arena Pantanal.

“Foi uma conquista muito importante. Ganhar o campeonato três vezes consecutivas não é fácil”, disse o vice-presidente do Cuiabá, Cristiano Dresch.

Com a melhor campanha no Estadual, o Dourado foi tricampeão consecutivo pela segunda vez nesta década e chegou ao seu nono título da competição.

De forma invicta, o Cuiabá, que tinha na época o técnico Itamar Schulle, levantou o caneco com 12 vitórias e três empates, 35 gols marcados e apenas cinco sofridos. Tanto em 2018, como em 2019, a equipe auriverde não perdeu nenhum jogo no estadual.

O Cuiabá também foi tricampeão nesta mesma década, em 2013/2014/2015.

2020

Neste ano, no comando do técnico Marcelo Chamusca, que assumiu o Dourado na 30ª partida da Série B do Brasileiro de 2019, também faz uma campanha invicta. O Cuiabá se classificou na liderança isolada da primeira fase com 21 pontos, sendo seis vitórias e três empates, 21 gols marcados e cinco sofridos.

Os jogos das quartas de final estavam agendados, mas o Campeonato Mato-grossense deste ano foi suspenso no dia 18 de março, devido à pandemia do novo coronavírus, seguindo às recomendações dos órgãos oficiais como Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Decreto Estadual do Governo de Mato Grosso.

Por: PEDRO LIMA / DE CASA