Foto: No ano passado, o Cuiabá passou pelo Botafogo-RJ nas oitavas e foi eliminado pelo Grêmio-RS nas quartas - AssCom Dourado


Após garantir o acesso à Série A e ter dado um salto no Ranking Nacional de Clubes (RNC) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Cuiabá subiu um nível de grupo das cotas da Copa do Brasil e irá receber quase R$ 1 milhão para jogar a primeira fase da competição nacional.

Para enfrentar o Sergipe na estreia da competição em jogo único fora de casa, o Cuiabá já tem garantido R$ 990 mil nos cofres. Caso avance para a segunda fase, o Dourado irá abocanhar mais R$ 1,07 milhão.

Já no grupo 3 do nível de cotas, Nova Mutum, União e Luverdense recebem R$ 560 mil cada pela participação inicial na Copa do Brasil. O clube que conseguir a classificação para a segunda fase, receberá mais R$ 675 mil.

A partir da terceira fase, com jogos de ida e volta, as cotas ficam igualitárias para todos os clubes que estiverem vivos na competição. Confira as cotas e grupos nas imagens!

Em 2020

No ano passado, o Cuiabá entrou diretamente nas oitavas de final da Copa do Brasil, por conta do título da Copa Verde 2019. Com a classificação às quartas de final, ao todo, o Dourado ganhou praticamente R$ 6 milhões em premiação.

Já União e Luverdense foram eliminados na primeira fase e ganharam a cota mínima de participação, no valor de R$ 550 mil cada.

Nova Mutum

Atual campeão mato-grossense, o Nova Mutum, clube que ingressou no profissional em 2019, disputará pela primeira vez a Copa do Brasil.

Por: Pedro Lima / Da Redação


Cotas da Copa do Brasil 2021 - CBF

Grupo I de cotas da Copa do Brasil 2021 - CBF

Grupo II de cotas da Copa do Brasil 2021 - CBF

Grupo III de cotas da Copa do Brasil 2021 - CBF

Grupo III de cotas da Copa do Brasil 2021 - CBF