Foto: Reprodução IFJ


O judoca David Moura, da seleção brasileira, conquistou mais um grande resultado na carreira. O mato-grossense faturou a medalha de bronze no Grand Prix de Montreal, no Canadá, somando mais 350 pontos, chegando ao total de 4.332 pontos e voltando para a terceira posição do Ranking Mundial de Judô +100kg.

O atleta fez três lutas, ganhou a primeira contra o anfitrião canadense aplicando um ashi-guruma, que lhe rendeu um ipoon. Na segunda luta, David enfrentou o vice-campeão olímpico e mundial, o japonês Harasawa, mas, depois de ter uma boa troca de pegada, o japonês levou melhor.

A disputa de bronze foi contra o experiente romeno Simionescu. Em poucos segundos, David projetou o adversário e conseguiu um wazari, dominando a luta até o final, vencendo com superioridade e conquistando a terceira colocação.

“Essa competição faz parte da minha preparação para o Mundial e estou feliz com o resultado, muito bom dividir o pódio com os grandes nomes do judô mundial”, disse David Moura.

Ele dividiu o pódio com o bicampeão olímpico e deca campeão mundial, o francês, Teddy Riner, com os vice-campeões olímpicos, o japonês Harasawa e o Tcheco, Krpalek.

O judoca cuiabano David Moura seguirá treinamentos na França na próxima semana, visando os Jogos Pan-americanos de Lima e o Mundial de Tóquio, que ocorrem a partir de agosto.

Por: Pedro Lima / da Redação com Assessoria


Instagram @davidmourajudo