Foto:David Moura conquistou mais um pódio internacional na sua carreira


O judoca cuiabano David Moura, vice-campeão mundial e terceiro no Ranking Mundial de Judô, disputou o Pan-americano de Lima, que ocorreu neste fim de semana, no Peru.

O atleta mato-grossense conquistou a medalha de prata em final contra Rafael Silva no último dia de competições no Coliseo 1 de Videna, na capital peruana. Para David (+100kg, Instituto Reação), a disputa serviu de preparação tendo em vista o Mundial.

David Moura dominou suas primeiras lutas e teve mais um pódio internacional na carreira, defendendo a seleção brasileira.

O primeiro embate foi contra o norte-americano Ajax Tadehara, vencido por ippon após 3min50s. Na semifinal, superou o equatoriano Freddy Figueroa, também por ippon após 4min10s de luta. A decisão foi contra Rafael ‘Baby’ Silva. Baby levou a melhor, mas os dois brasileiros mostraram suas qualidades na disputa.

David destacou a importância do Pan-Americano dentro do projeto de preparação para o grande objetivo de 2019: o Campeonato Mundial de Tóquio.

"Foi a última competição que vale 50% para o ranking olímpico, então até agora foi o momento de testar o que eu vinha treinando e avaliar os resultados. Daqui para frente eu tenho mais cinco resultados para completar o ciclo, muita coisa para acontecer no ano, calculo mais umas 12 competições. Essa prata foi importante, mais de 500 pontos e agora irei começar uma sequência de treinamento na Europa, pensando no Mundial de Tóquio deste ano, que é onde eu posso fazer a diferença nessa disputa interna no Brasil", disse o judoca David Moura.

Ao todo, a seleção brasileira fecha o Pan-Americano com 15 medalhas, sendo quatro de ouro, oito de prata e três de bronze.
 
 
 
 

Por: Da redação