Além do rebaixamento antecipado e o vexame de não somar nenhum ponto no Campeonato Mato-grossense 2019, o time do Operário Ltda está envolvido em uma polêmica que denigre o futebol mundial.
 
Na noite desta segunda-feira(11), o técnico Parma de Oliveira, do Operário Ltda, juntamente com o jogador Renan Romário, artilheiro da equipe com três gols, denunciaram um suposto esquema de vendas de resultados, que beneficiaria atletas do time e apostadores de uma casa de aposta com origem chinesa. 
 
De acordo com o Boletim de Ocorrência narrado pelo técnico Parma e testemunhado por Renan Romário na 1ª delegacia de polícia de Várzea Grande(MT), o atleta Diego Queiroz liderava as negociações com um suspeito do estado do Ceará, identificado por um número de celular.
 
No BO, consta que o atleta Diego Queiroz, convidou o jogador Renan Romário, desde a segunda rodada do Estadual, para um esquema de vendas de jogos da competição regional, em que cada jogador receberia em torno de quatro mil reais pela manipulação dos resultados.
 
A denúncia indica que oito jogadores participaram do esquema, sem ainda saber a real participação de cada um, mas que foi liderada por Diego Queiroz.
 
Áudios recebidos e comparados pelo jogador Renan Romário com os resultados dos jogos, consumaram o ato criminoso e assim, o atleta resolveu dar conhecimento as autoridades locais.
 
A reportagem do Olhar Esportivo apura a denúncia e mais informações serão divulgadas durante o dia.

Por: Da redação