Foto: Arquivo Pessoal


O Clube Esportivo Dom Bosco segue se movimentando para a disputa do Campeonato Mato-grossense 2020. Após anunciar a continuidade do técnico Odil Soares na semana passada, nesta terça-feira, através das redes sociais, o Azulão da Colina confirmou a sequência do trabalho do gerente de futebol Valdemir Silva.

Valdemir Silva trabalhou nesta função em alguns clubes de Mato Grosso, no Cuiabá em 2008 e 2009, quando o clube retornou do licenciamento na FMF, e recentemente no Operário Várzea-grandense, no próprio Dom Bosco, e no Sinop, no último Estadual. Desde a Copa FMF 2019, ele está à frente do elenco do leonino.  

“Fiz o trabalho na Copinha, agora reafirmamos a continuidade para o Mato-grossense, juntamente com o técnico Odil. Ainda não tem nada concreto com jogadores, estamos ainda em conversação. O objetivo é manter a base da Copa FMF, fazer uma sequência do trabalho juntos com alguns jogadores, que forem ainda jogar a Copa FMF no ano que vem, e assim reforçar com alguns atletas mais experientes, de Mato Grosso e de fora. Mas ainda não tem nada certo de acordo com nomes”, disse o gerente de futebol do Dom Bosco, Valdemir Silva.

Em 2019, com outra gestão, o Dom Bosco foi comandado pelo técnico Hugo Alcântara e se classificou na oitava colocação, sendo eliminado com duas goleadas pelo hegemônico Cuiabá nas quartas de final.

De acordo com o atual gerente, apesar de valorizar uma base com jovens atletas, a intenção é jogar de igual para igual e chegar entre os quatro primeiros times na competição, visando uma vaga na Série D de 2021, ou quem sabe algo a mais.

“Entramos sempre pensando em fazer um trabalho melhor do que foi o anterior. Acho que temos condições para isso, a gente pensa já em dezembro começar a pré-temporada, mesmo que a base será de jogadores mais novos, até 23 anos, mas fazer uma preparação física antecipada, para conseguir igualar com o nível técnico de alguns outros times. Pretendemos, se Deus quiser, chegar entre os quatro. Tirando o Cuiabá que está acima de todos, dá para a gente disputar de igual para igual com todos os clubes, inclusive o Luverdense, que diminuiu seu investimento”, completou Valdemir Silva.

A estreia do Dom Bosco está marcada para o dia 21 de janeiro, contra o Luverdense, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde.

 

Por: Pedro Lima / da Redação


Divulgação

Divulgação