Olhar Esportivo - Dom Bosco e União ficam no 0x0
Foto:Maranhão foi expulso no 2º tempo (Peterson Campos)


 A 7ª rodada do Campeonato Mato-grossense Martinello 2018, teve como jogo de abertura o encontro entre Dom Bosco x União, na Arena Pantanal nesse sábado (17) à tarde. Recentemente ambas as equipes tiveram uma calorosa briga na esfera judicial, ainda pela Copa FMF 2017 e a vaga na Copa do Brasil deste ano.

O primeiro tempo começa praticamente junto com uma forte chuva na Arena Pantanal, mas com ambas as equipes ofensivas e criando chances de gols. Aos 15 minutos, na disputa de bola aérea, o zagueiro Tallyson do Colorado, pisa em falso e sentido o tornozelo, faz o técnico Bolivar mexer mais cedo no time. Apesar da forte chuva, as equipes tiveram alguns lances e chances de gol, mas os goleiros dos dois lados, seguraram o 0x0 durante a primeira etapa.

No segundo tempo, Dom Bosco e União voltam com a mesma postura em campo, porém com o gramado pesado com a constante chuva e o desgaste dos atletas, as jogadas e lances agudos diminuem, e a bola fica presa no meio campo devido às fortes marcações de ambas equipes, e jogo sofre com as constantes faltas dos dois lados.

Quase aos 40 minutos do segundo tempo, Maranhão é expulso ao receber o segundo cartão amarelo, pelas faltas cometidas durante a partida. Com a vantagem numérica nos últimos minutos, o Leão da Colina tenta com a entrada de Wilson buscar o gol e arrisca alguns chutes, mas o jogo fica no placar zerado.

Com o empate, as equipes saíram decepcionadas de campo, pois o resultado pouco ajuda na tabela, e agora o Dom Bosco recebe o Sinop aqui na Arena Pantanal no próximo domingo, enquanto o União vai viajar para enfrentar o Luverdense.

Com um baixo público, a partida teve 149 pagantes e 199 presentes, com uma renda de R$ 1.555,00.

 

Escalação:

Dom Bosco: Hailson; João Lennon, André, Odail Junior e Gean; Dalvan, Paulinho, Felipe Profeta (Wilson) e Geilson (Jean Esteves); Deivisson e Michel. 

 

União: Thiago, Willian, Tallyson (Ricardo Lucena), David e Wesley; Éder Paraguai, Igor, Maranhão e Anderson Ijuí; Jairo Balotelli (Roger) e Alysson.

Por: Peterson Campos