Foto: AssCom Dourado


Buscando a reabilitação na Série B, o Dourado visitou o Confiança, pela 23ª rodada da Série B do Brasileirão, mas acabou sendo superado na Arena Batistão, por 2 a 0. Com o resultado, a equipe permanece com 37 pontos, ocupando a quinta posição na tabela.

O próximo desafio do Dourado é no final de semana, quando recebe o Avaí, sexta-feira (27), na Arena Pantanal, às 21h30 (horário de Cuiabá).

A partida

Instantes antes do jogo, o Dourado teve três baixas – exames para a Covid-19 testaram positivo para os atacantes Elton e Yago, e negativo para o zagueiro Anderson Conceição que, com sintomas gripais, também foi vetado para o jogo.

Com a bola rolando, o Dourado começou bem, tendo a primeira oportunidade do jogo. Felipe Ferreira cruzou na medida para Jenison tentar o cabeceio, mas a zaga do Confiança tirou bem e afastou para escanteio.

Os anfitriões responderam logo na sequência, em lance que João Carlos fez milagre e salvou o Dourado em jogada cara-a-cara com o atacante adversário.

Aos 19, após lance no alto, o lateral Lucas Hernández pisou em falso e acabou sentindo o joelho. Sem condições de jogo, o uruguaio deu lugar a Pierini, que foi deslocado para o setor direito e Lenon assumiu a lateral esquerda.

Depois da paralisação, o jogo voltou morno e as equipes pouco criaram.

No segundo tempo de jogo, o Dourado voltou com a mesma formação, mas logo aos 10 minutos, após enfiada de bola nas costas da zaga, o Confiança abriu o placar com Reis.

Buscando o empate, o técnico Allan Aal colocou Marcinho e Maxwell no ataque, e o Confiança se armou para o contra-ataque, sendo essa a tônica do jogo até os 39 minutos, quando Bruno Paraíba marcou e fechou o placar para o Confiança: 2 a 0.

O técnico Allan Aal escalou o Dourado com: João Carlos, Lenon, Eduardo Kunde, Luiz Gustavo e Lucas Hernández (Pierini), Auremir, Rafael Gava (Nenê Bonilha) e Diego Jardel, Perdigão (Marcinho), Felipe Ferreira (Maxwell) e Jenison.

Por: Da Redação