Foto:Reprodução internet


O estádio Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, tem data marcada para voltar a ser um dos palcos do futebol Mato-grossense. Interditado há cerca de dois anos e meio (desde a rodada dupla entre Mixto x Luverdense e Cuiabá x Cacerense no campeonato mato-grossense de 2015), o velho Dutra receberá a partida entre Dom Bosco e Cacerense, pela 3ª rodada da Copa FMF.

A parte inferior das arquibancadas deverá estar fechada para o público e a capacidade máxima deverá ser de dois mil torcedores.

O Jogo será o primeiro do Azulão da Colina Iluminada como mandante na competição, já que os jogos contra União e Sinop foram no interior do Estado.

Horário alternativo.

A diretoria do clube inovou na escolha do horário. Dom Bosco e Cacerense se enfrentarão no próximo domingo, às nove horas da manhã.

Júlio César, um dos vice-presidentes do clube, explicou a opção: “Iríamos fazer às dez horas, mas ouvimos nossa torcida e o horário preferido foi esse. À tarde choca com os jogos do brasileirão. Além disso, temos grandes sucessos com jogos nesse horário. São Paulo e Corinthians no último final de semana, por exemplo, foi domingo de manhã e bateu o recorde de público do campeonato brasileiro.  

Repetição.

Não é a primeira vez que a atual diretoria Dom Bosquina faz opção pelo horário de domingo de manhã. No jogo de ida das semifinais do campeonato mato-grossense deste ano, contra o Sinop, foi usado o mesmo expediente e o jogo aconteceu também domingo, só que às dez horas da manhã. Na ocasião não adiantou muito e o Azulão foi derrotado pelo Galo do Norte, pelo placar de 3x2. 

Por: Mateus Garcia