Foto: Ednei completou 100 jogos pelo Cuiabá - AssCom Dourado


O zagueiro Ednei conquistou mais um feito histórico no Cuiabá: 100 jogos. O defensor alcançou a marca no jogo das oitavas de final da Copa Verde, que ocorreu na segunda-feira (25), na vitória por 2 a 1 diante da Aparecidense-GO, na Arena Pantanal.
 
Titular na campanha do acesso à Série A do Brasileiro, o atleta acumula três anos de clube, entre idas e vindas. Ele também foi fundamental na conquista do acesso da Série C para a Série B, em 2018, além do título da Copa Verde, em 2019.
 
“Estou muito feliz com essa conquista pessoal, já passei por vários clubes no Brasil, mas aqui no Cuiabá é o primeiro que completei 100 jogos, cheguei perto em outros, mas não tive essa marca. Principalmente além de atingir os 100 jogos, tudo veio com títulos, acessos, engrandece muito mais esses números. Só tenho a agradecer muito ao clube que me deu essa oportunidade, aos torcedores que acreditaram e apoiaram, aos amigos que fiz, todos que passaram aqui durante esse período de três anos. E claro, sem dúvida a Deus e minha família. Anos difíceis, fora de casa, todos eles me apoiando e me acompanhando”, disse o zagueiro Ednei, ao site Olhar Esportivo.
 
Segundo o zagueiro, que está prestes a ter o vencimento do seu contrato com o Dourado após o término da Série B, o tempo no Auriverde da Baixada vai ficar marcado para o resto da sua vida.
 
“Ainda mais agora no término de contrato, sair dessa maneira, com esse acesso, com 100 jogos, está sendo muito gratificante para mim. O momento vivido no Cuiabá é muito especial e vai ficar marcado para o resto da minha vida, como pessoa, como profissional, porque aqui eu vivi momentos maravilhosos”, enfatizou.
 
Regular em toda a temporada, o jogador de 30 anos realizou 26 jogos, sendo 22 pela Série B, três pela Copa do Brasil e agora um pela Copa Verde – edição de 2020. O atleta ainda tem o último jogo da Série B para defender o Dourado, contra o CRB-AL, na próxima sexta-feira (29), no Rei Pelé, em Maceió.
 
“Por enquanto depois desse jogo pretendo ir para casa, curtir com a família e aguardar. Dificilmente ficarei no clube, então estou indo para casa, vou esperar alguma coisa que seja bom para mim e para minha família, algum projeto que for valer a pena. Agora é descansar, ver meus pais, meus avós, os familiares, para depois voltar a trabalhar”, finalizou.
 
Experiente e marcado na história do Dourado, onde participou das principais conquistas, Ednei também acumula passagem por clubes como Grêmio Barueri, CRB, Atlético-GO, Vitória-BA, Bragantino, Coritiba-PR, Tombense-MG e Botafogo-SP.

Por: Pedro Lima / Da Redação