Foto:Leandro Strada


Na noite de ontem (03), o Sorriso Hornets confirmou sua superioridade sobre o Cuiabá Arsenal neste ano e venceu a semifinal da conferência Centro-Oeste por 19 a 15, em partida disputada na Toca do Lobo. Em sua primeira partida de playoffs na história, o Hornets garantiu vaga à inédita final de conferência do Campeonato Brasileiro de Futebol Americano.
 
Este foi o terceiro encontro entre as principais equipes de futebol americano do Estado em 2018, melhor para a equipe do interior, que venceu a final do estadual, a primeira partida do nacional e agora nos playoffs.
 
Nos instantes finais da partida, uma confusão generalizada entre os jogadores paralisou a partida por mais de dez minutos. Troca de agressões, correria fora de campo dos atletas e expulsões deixaram o clima tenso no ar e confirmou a forte rivalidade entre as equipes nos últimos anos.
 
Com a vitória o Hornets aguarda o vencedor da outra semifinal da conferência, que acontece hoje (04), em Brasília, entre Tubarões do Cerrado e Leões de Judá. Caso o Tubarões vença, o Sorriso irá à Brasília para a grande decisão, mas se o Leões vencer a final será disputada na casa do Hornets.
 
O jogo
 
Quem começou no ataque foi o Arsenal, que logo em sua primeira campanha entrou na End Zone do Hornets. Mais uma vez na conexão Dandan (Quarterback) Bruno Loeschke (Wide Receiver). O ponto extra foi desperdiçado pelo Kicker, Caio Borges, Arsenal 6 a 0.
 
Essa foi a única boa campanha do primeiro quarto, após isso as defesas dominaram os ataques e forçaram seis punts seguidos, três de cada equipe.
 
A equipe da casa marcou seu primeiro touchdown em uma jogada bizarra e no mínimo inusitada. O quarterback Edilson “Leite” Kovaleski lançou para Elder Matheus “Bob” que fez a recepção e avançou para a End Zone do Cuiabá, mas o recebedor soltou a bola antes de cruzar o plano de gol, configurando um “fumble”, bola viva na End Zone, por sorte Breno recuperou a bola e anoutou os primeiros seis pontos dos Hornets. O ponto extra também foi desperdiçado, encerrando o segundo quarto em 06 a 06.
 
Na volta do intervalo a primeira posse foi do Hornets, que aproveitou o bom momento do ataque e anotou mais um TD. Passe do QB Leite para o running back  Everton Oliveira, que entrou na End Zone, desta vez o ponto extra foi bom, deixando o placar em 13 a 06 para a equipe de Sorriso.
 
Já no último quarto o ataque do Cuiabá Arsenal voltou a produzir pontos, mas não conseguiu entrar na End Zone. O Kicker Caio se redimiu e acertou um Field Goal diminuindo a vantagem para 13 a 09.
 
Com pouco tempo no relógio o Arsenal precisou abandonar o jogo corrido e com isso o QB Dandan cometeu seu primeiro erro na partida, lançou uma interceptação retornada até próximo a sua End Zone pelo linebacker, Alex Willis. Com a boa posição de campo o ataque do Hornets anotou mais um TD, passe do QB Leite para o receiver Tharcizio da Silva. O time especial do Arsenal ainda conseguiu bloquear o extra point, deixando o placar em 19 a 09.
 
Na campanha seguinte Dandan se redimiu e lançou um TD de 45 jardas novamente para Bruno, e mais uma vez houve erro na conversão do ponto extra, placar em 19 a 15 com poucos segundos restando no relógio. 
 
No bloqueio do ponto extra, já com o jogo parado, uma confusão generalizada começou. Os juízes marcaram inúmeras faltas pessoais, cenas lamentáveis roubara a cena e foi preciso a turma do deixa disso dos dois times evitarem o pior. O saldo final da confusão foi um jogador expulso para cada lado.
 
 
 

Por: Luis Rodrigues