Foto:Cíntia Barlem/CBF


 A capitã da seleção brasileira de futebol feminino até julho deste ano se chama Bruna Beatriz Benites Soares, nasceu em Cuiabá no dia 16 de outubro de 1985. A atleta deu seus primeiros passos na carreira no ano de 2007, quando foi registrada no Boletim Informativo Diário da CBF pelo Mixto Esporte Clube.

Bruna Benites é zagueira e foi campeã pelo Alvinegro na Copa Mercosul de Futebol Feminino em 2008. O torneio foi disputado em Campo Grande-MS, o que atraiu o interesse do Comercial no futebol da defensora, que acabou levando a cuiabana para o futebol do Mato Grosso do Sul em novembro daquele ano.

A família mudou-se para Campo Grande, mas Bruna não teve muita sequência no clube, pois largou o esporte para se dedicar aos estudos, formando-se em Fisioterapia. No entanto, à pedido da mãe, a jogadora resgatou sua carreira futebolística e se transferiu para o Foz Cataratas-PR em 2011.

A partir daí, o crescimento da atleta foi vertiginoso, conquistou o bicampeonato paranaense (2011-2012), a Copa do Brasil de 2011, além da convocação para os jogos Olímpicos de Londres 2012.

Campeã do Mundo

Em 2013, a jogadora foi para outra equipe tradicional do futebol feminino brasileiro, o São José-SP. Pela equipe paulista, Bruna alcançou a maior glória de sua carreira até o momento, os títulos da Libertadores da América e Mundial de Clubes em 2014.

O time do São José bateu o Arsenal-ING por 2 a 0 na final do Mundial, o elenco contava com outras duas estrelas da seleção, a meia-atacante Rosana e a meia Formiga. A equipe paulista é a única campeã mundial do futebol feminino brasileiro, seja de clubes ou seleções.

Drama e volta por cima

Em 2015, quando Bruna já vinha sendo capitã da seleção, a cuiabana sofreu uma torção no joelho um mês antes do Pan de Toronto. Menos de um ano depois a jogadora já se mostrou plenamente recuperada para a convocação às Olimpíadas Rio 2016, tendo seu nome divulgado no dia 13 de julho.

Por enquanto, a mato-grossense tem estado no banco de reservas e a capitã tem sido a 'supercraque' Marta. Após os jogos Olímpicos, a jogadora já tem acertado seu retorno ao Foz Cataratas-PR, onde irá disputar o Campeonato Brasileiro, um título que ainda falta na vitoriosa carreira de Bruna Benites.

Música

Em 2015, o rapper Luciano D10 compôs e gravou uma música em homenagem à cuiabana. A faixa ‘Capitã Bruna Benites’ pode ser conferida no YouTube.

Por: Thiago Mattos


Bruna registrada no BID pelo Mixto em 2007

Bruna, a primeira em pé da esquerda pra direita

Bruna fez parte do maior título da história do futebol feminino no Mixto