Foto: Karina Quadros - Rede Amazônica


A Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER) confirmou nesta terça-feira (24), o cancelamento do rebaixamento no Campeonato Rondoniense 2020. A competição está suspensa desde a última terça-feira (17), por conta da pandemia do coronavírus.

Na resolução divulgada no site oficial do órgão, a entidade atendeu à solicitação dos clubes, que suspenderam suas participações na competição e automaticamente seriam rebaixados, segundo o regulamento anterior. Com isso, os clubes que desistirem da atual competição, que ainda não tem previsão de retorno, não serão fadados ao descenso.

Ainda de acordo com o documento, os clubes que não optarem pelo afastamento, deverão aguardar as novas determinações da CBF.

O Guaporé já se manifestou com o abandono da competição. Outros clubes devem tomar o mesmo caminho, sem a esperança de um calendário e pouco dinheiro no bolso.

Recentemente, no Rondoniense, jogadores e membros da comissão técnica que permaneceram no estado, receberam doações, após explanarem situação caótica depois da suspensão do campeonato.

MATO-GROSSENSE 2020

Em Mato Grosso, a situação é diferente. Com o término da primeira fase, os dois clubes rebaixados para a Segunda Divisão de 2021 já estavam definidos antes mesmo da suspensão do campeonato, Mixto, penúltimo colocado, e Araguaia, lanterninha de ponta a ponta.

Em caso de uma desistência, o clube fica dois anos suspenso de participar das competições federadas e sofre multa de R$ 50 mil.

Em contato com a FMF, a entidade mato-grossense disse não ter um posicionamento oficial sobre o futuro da competição e mantém contato com a CBF para não tomar decisões precipitadas, procurando medidas cabíveis neste momento ímpar.

VEJA TAMBÉM: Nova Mutum faz acerto com atletas, mas mantém contratos ativos na CBF

RESOLUÇÃO NA ÍNTEGRA

O Presidente da Federação de Futebol do Estado de Rondônia, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pelos dispositivos legais estatutários e demais normas correlativas;

CONSIDERANDO a Pandemia do CORONA VIRUS (COVID-19) que assola a população mundial e nacional e a necessidade de adoção de medidas que possam contribuir para a redução da taxa de transmissão do novo CORONAVÍRUS;

CONSIDERANDO que as medidas restritivas do governo vêm somente se agravando e o índice de transmissão aumentando gradativamente;

CONSIDERANDO a necessidade de alguns clubes em dispensarem os seus jogadores que residem em outros estados, até solução definitiva do CORONA VÍRUS;

CONSIDERANDO que foi Decretado o Estado de Calamidade Pública do Brasil e no Estado de Rondônia, sem que com isso se saiba precisar o tempo que essa pandemia irá perdurar;

RESOLVE:

a) Em decorrência da excepcionalidade que a população está presenciando com evolução do COVJD-19, resolve SUSPENDER as penalidades previstas no regulamento aos clubes que protocolarem PEDIDO DE AFASTAMENTO do campeonato profissional seria -A 2020 promovido pela Federação de Futebol de Rondônia;

b) Resolve também em decorrência da excepcionalidade do COVID -19, CANCELAR o rebaixamento previsto no regulamento da competição, para dessa forma não prejudicar os clubes que precisam requerer o afastamento;

c) Recomendar aos filiados que interrompam e suspendam todas as atividades dos seus respectivos departamentos de futebol, tais como, treinamentos e quaisquer outras que impliquem em aglomeração, principalmente em ambientes fechados;

d) Os clubes que não optarem pelo afastamento, deverão, juntamente com a FFER, aguardar novas determinações do poder público quanto à evolução do COVID-19, bem como, orientações futuras da CBF;

e) Esta Resolução entra em vigor na data e hora de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Porto Velho, 24 de março de 2020.

Dr. Heitor Luiz da Costa Júnior
Presidente da FFEB.

Por: Da Redação


Divulgação