Foto:Tcheló Figueiredo (Prefeitura)


 A final do campeonato “Bola Cheia” foi marcada pelo encontro entre as comunidades e os fãs do esporte mais celebrado ao redor do mundo. Na tarde do último sábado (02), os times dos bairros Parque Atalaia e Dom Aquino disputaram a grande final, que também celebrou o espírito esportivo e o fomento da modalidade entre jovens de até 18 anos.

Para o secretário municipal de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, a oportunidade foi valiosa para impulsionar o interesse dos jovens em investir no esporte, à medida que aproxima as comunidades através de uma disputa sadia, focada na consolidação de ligas e departamentos esportivos.

“Essa foi a chance de tantos jovens e adolescentes de participarem de um evento esportivo deste porte. Prezando pelo fortalecimento comunitário, o ‘Bola Cheia’ foi ao encontro da necessidade popular, com a estrutura necessária para garantir não apenas uma competição de qualidade, mas também uma celebração das comunidades e de suas respectivas associações desportivas. Com a parceria das Ligas dos Bairros, dos Departamentos Amadores e da Federação Matogrossense de Futebol, trouxemos uma belíssima festa que durou 45 dias, com o vigor da juventude que almeja uma carreira na modalidade e o entusiasmo de um público que valoriza sua vizinhança e o futebol local”, afirmou o gestor.

Com o placar acirrado, a luta pelo título de campeão foi árdua, em um jogo encerrado em 1x1 em seu tempo normal. O resultado genuíno veio apenas após a cobrança dos pênaltis, marcada por muita adrenalina e ansiedade compartilhada pelo público, que compareceu massivamente. Nos pênaltis, venceu o time do do bairro Dom Aquino. De acordo com o secretário-adjunto de Esporte, Edilson Odilon, cerca de 500 pessoas compareceram à final, que também reforçou o futebol como uma opção de carreira profissional.

“Nós não oferecemos premiação em dinheiro justamente para que estes jovens fossem motivados pelo amor ao esporte e não pelos privilégios ou recursos que ele pode prover. Nosso objetivo foi despertar esse olhar mais aguçado para a modalidade, à medida que atrai as pessoas para o futebol local, com o propósito de valorizar os talentos que temos na região. Temos uma tradição futebolística que precisa ser enaltecida e eventos dessa magnitude contribuem diretamente para isso. Pensando nesse sentido, queremos investir ainda no campeonato, ampliando seu alcance, englobando um número cada vez maior de participantes”, concluiu.

Dez equipes participaram do “Bola Cheia”, todas representantes dos bairros Pedra 90, Pascoal Ramos, Parque Atalaia, CPA 1, CPA IV, Jardim Vitória, Dom Aquino, Planalto, Cidade Alta e Santa Isabel. Os times se enfrentaram em nove rodadas da fase de classificação, com os quatro melhores avançando para a semifinal e posteriormente a final, ambas as etapas de mata-mata em jogos de ida e volta.

Por: Redação