Foto: Thiago Ribeiro / AGIF


Era jogo de tudo ou nada no Maracanã e no fim quem vibrou foi a torcida tricolor! Pela segunda fase da Copa do Brasil, o Fluminense venceu o Botafogo-PB por 2 a 0 e se manteve vivo na briga pela competição mais democrática do país. Marcos Paulo e Nenê marcaram os gols da classificação carioca na noite desta quarta-feira (4). 

O jogo

No Maraca, o Tricolor controlou a posse de bola no primeiro tempo, mas não conseguiu transformar o domínio em bola na rede. Querendo fazer valer o mando de campo para avançar na Copa do Brasil, o Fluminense ensaiou uma pressão nos primeiros minutos. Aos três, os cariocas chegaram em boa jogada de Nenê e Egídio. Na sequência, Wellington Silva arriscou o chute. Mas o primeiro grande lance do time da casa saiu aos 15 minutos. Evanílson aproveitou cruzamento de Egídio e cabeceou rente à meta do Belo. Com mais volume de jogo, o Flu assustou com Wellington Silva, que livre dentro da área finalizou por cima do gol. Quatro minutos depois, Gilberto carimbou a trave. O Botafogo teve sua melhor chance na marca dos 28 em ótima finalização de Cássio Gabriel. Minutos antes do intervalo, o Fluminense voltou assustar com Wellington Silva e Digão. 

O time da casa foi com tudo para a etapa final. A blitz tricolor no ataque começou logo no primeiro minuto em boa troca de passes entre Evanílson e Nenê, que parou na marcação adversária. Aos quatro, Gilberto soltou o pé e viu Samuel evitar o gol. Até que, aos seis minutos, o lateral-direito do Flu fez grande jogada e tocou para trás para a chegada de Marcos Paulo. O atacante bateu rasteiro e a bola ainda beijou a trave antes de estufar as redes do Maracanã: 1 a 0. Buscando o segundo, o Fluminense parou na trave em cruzamento de Marcos Paulo. A resposta do Belo veio com Dico, aos 19. O camisa 11 apareceu pela direita, limpou a marcação, bateu para o gol e quase em cima da linha Digão salvou a equipe carioca. Já aos 26, Nenê de pênalti ampliou o marcador para o Flu. Nos instantes finais, as duas equipes ainda criaram boas chances, mas sem sucesso. Com a vantagem confortável, o Tricolor soube controlar o resultado para carimbar a vaga rumo à terceira fase da Copa do Brasil. 

 

Por: Da Redação com CBF