Foto:Thiago Mattos/Olhar Esportivo


 A assessoria da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) confirmou o recebimento da carta de desistência do Operário-VG da Copa FMF sub-21. No documento, entregue pelo presidente César Gaúcho, o clube alegou não ter condições financeiras de participar do torneio.

Dessa forma, o número de participantes cai de nove para oito. Cuiabá, Luverdense e Sinop (os três com vaga já garantida na Copa do Brasil), além de Mixto, Dom Bosco, União, Cacerense e Operário FC.

O início da competição de base mais importante do calendário mato-grossense está previsto para o dia 17 de setembro, mas a data ainda está sujeita a alteração. O regulamento prevê que na primeira fase os clubes vão jogar em turno único, todos entre si, com os quatro melhores garantindo vaga nas semifinais.

Outra novidade para este ano é a permissão de inscrição de cinco atletas sub-23.

Por: Olhar Esportivo