Foto: Divulgação Olhar Esportivo / Arquivo Pessoal


A jogadora Samantha Campos, de 22 anos, que era uma promessa mato-grossense, faleceu nesta sexta-feira (7), vítima de duas paradas cardíacas, segundo as pessoas próximas. O fato ocorreu em Nossa Senhora do Livramento, cidade a 33 Km de Cuiabá.

Descoberta na cidade do interior, em um projeto do Corpo de Bombeiros, Shamanta, conhecida como Sassá, começou a se destacar no IVE, em Várzea Grande, com o professor Gilson. Jogou aproximadamente quatro anos no Mixto, em campeonatos estaduais e brasileiros. No ano passado, ela disputou o Campeonato Mato-grossense pelo Cuiabá, e a Série A2 do Campeonato Brasileiro pelo Operário Ltda. Além disso, se destacou na Faipe, nas disputas do JUBs e no Brasileiro de futsal, no comando do técnico Marcus Penna.

A notícia trouxe muita comoção dos técnicos(as), amigos(as) e amantes do futebol mato-grossense. A Federação Mato-grossense de Futsal emitiu nota lamentando a morte da atleta multicampeã.

“É com profundo pesar que a FMFS lamenta a morte prematura de Samantha Campos Oliveira, de apenas 22 anos. Como umas das atletas mais promissoras, ela deu a sua contribuição para o futsal. Foi, inclusive, campeã da Copa Centro América. Nossos sentimentos à familiares e amigos”, postou na página oficial.

O perfil oficial do Mixto Esporte Clube também fez uma singela homenagem a jovem que teve sua partida prematura.

“LUTO. Lamentamos a morte da nossa ex-atleta Samantha Campos Oliveira, de apenas 22 anos. Ela defendeu as cores do Alvinegro e nos deixou nesta manhã. Nossos sentimentos à familiares e amigos”, postou o Alvinegro.

A equipe do Olhar Esportivo, que é especializada no esporte mato-grossense, também deseja conforto a todos os familiares e amigos de Samantha.

Por: Pedro Lima / da Redação