Olhar Esportivo - Luta Olímpica traz primeiras medalhas pra MT nos Jogos Escolares
Foto:Junior Martins (Igor com o mestre Chicão)


 Igor Fernando de Queiroz  e Kethyle Lorena Silvério, ambos de 16 anos, conquistaram medalhas de ouro e bronze, respectivamente, na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude, no peso pesado, na categoria A (para atletas de 15 a 17 anos), em Brasília (DF). Foi a segunda medalha nacional de ambos os atletas, Igor ou “Indjão” faturou prata em 2015, na categoria B pesado, e Kethyle pegou bronze em 2016, na A pesado.

“Consegui colocar em prática minha experiência em competições internacionais. Em todas as lutas usei muito a cabeça e pouca força. Levei as lutas com estratégia, estudando os adversários e travando bem o jogo deles. E impingindo minha especialidade no estilo Greco Romano. Estava fisicamente bem, fiz lutas boas e duras e me sai bem. Agora participarei de um torneio no Rio de Janeiro, mas o foco é a Olimpíadas da Juventude em 2018”, conta o campeão, Indjão.

Foram quatro lutas até o topo do pódio, Igor de Queiroz começou a chave com vitória sobre o carioca Thalyson Macedo por finalização (touch), depois superou o norte-rio-grandense João Fernandes por finalização (touch), em seguida ganhou do catarinense Miguel de Campos por superioridade técnica (10 pontos a zero) e completou ao sobrepujar o paulista Lucas da Silva por superioridade técnica (12 pontos a dois). E, na disputa por equipes, uma vitória contra o Amapá.

Para Kethyle foram cinco lutas até o pódio, pois sofreu uma derrota no caminho e precisou ir para a repescagem. Ela começou com vitória sobre a pernambucana Vitória Silva, depois perdeu para a brasiliense Agata Silva, foi para a repescagem e venceu a norte-rio-grandense Brendha de Lima, em seguida ganhou da cearense Ana Katarina Moreira, foi para a disputa de terceiro lugar e venceu a paulista Ruthy dos Santos.

De acordo com o secretário Leonardo de Oliveira, a Luta Olímpica de MT conquistou o total de quatro medalhas na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude de 2017, duas na categoria A (ouro e bronze) e duas na categoria B (ouro e prata).

“A Federação Mato-grossense de Jiu-Jitsu e Lutas Associadas (FMTJJLA) implantou a Luta Olímpica em nosso estado em 2013. E desde o início participaram dos Jogos Escolares. Pegaram medalhas em todos os anos. De lá para cá foram 16 medalhas individuais e uma por equipe”, explica Leonardo.

Por: Redação